Internacional Museu de Florença é esvaziado após fumaça no telhado

Museu de Florença é esvaziado após fumaça no telhado

Bombeiros identificaram um mau funcionamento do equipamento movido a diesel utilizado para aquecimento e climatização

  • Internacional | Da Ansa Brasil

Galeria informou que todos os protocolos de segurança foram seguidos

Galeria informou que todos os protocolos de segurança foram seguidos

Google Maps

Centenas de pessoas precisaram ser retiradas nesta quarta-feira (26) da Galeria de Florença, na Itália, em decorrência de uma intensa fumaça preta que saiu de uma chaminé da ala oeste do museu, que é um dos principais do país.

A evacuação das pessoas começou por volta das 10h30 (horário local) e, segundo o museu, foi uma "medida de precaução". Os bombeiros chegaram no local depois de alguns minutos e declararam que o problema "não foi nada sério".

O alemão Eike Schmidt, diretor da galeria, explicou o ocorrido no museu e agradeceu a intervenção dos bombeiros.

"Após a manutenção de rotina de um motor da caldeira, foi queimado mais diesel do que o normal, o que causou mais emissão de fumaça. A fumaça negra que todos viram chamou atenção da polícia municipal, a quem agradeço, que chamou os bombeiros e evacuamos 400 pessoas em quatro minutos", disse Schmidt.

Os bombeiros que estavam no local também informaram que a densa fumaça foi ocasionada pelo "mau funcionamento" de uma caldeira utilizada para aquecimento e climatização.

Depois de cerca de meia hora da chegada das autoridades locais, os visitantes puderam continuar com a visita ao museu, um dos mais importantes da Itália. Apesar dos momentos de tensão, a galeria informou que todos os protocolos de segurança foram seguidos sem maiores problemas.

Últimas