Internacional Navalny é transferido para penitenciária, diz advogado

Navalny é transferido para penitenciária, diz advogado

Líder da oposição russa cumpria prisão preventiva desde janeiro e foi transferido por comboio para local ainda desconhecido

Advogado de Navalny, Kobzev disse que seu cliente foi transferido para uma penitenciária

Advogado de Navalny, Kobzev disse que seu cliente foi transferido para uma penitenciária

Yuri Kochetkov / EFE - EPA - 20.2.2021

O líder opositor russo Alexei Navalny, que estava em prisão preventiva desde janeiro, foi transferido nesta quinta-feira (25) para um complexo penitenciário geral da Rússia, segundo informou seu advogado, Vadim Kobzev.

Leia também: Justiça russa confirma condenação do opositor Alexei Navalny

"Navalny foi transferidos por "etapirovanie" (comboio de transferência de presos) da prisão preventiva número 1", informou Kobzev pelo Twitter.

A transferência ocorre após a justiça russa ter rejeitado no dia 20 de fevereiro o recurso apresentado pelos advogados de Navalny contra a pena de três anos e meio de prisão ditada contra o opositor por um antigo caso de fraude e lavagem de dinheiro.

Comboio para a prisão

Como é tradição, o preso, assim como a família e os advogados, não saberá o seu novo destino até a conclusão da transferência.

Os condenados na Rússia costumam ser transferidos durante dias ou semanas em comboios especiais, processo conhecido como "etapirovanie" e que é muito criticado pelos defensores de direitos humanos.

A transferência pode durar semanas ou até mesmo meses, já que as distâncias na Rússia podem chegar a milhares de quilômetros, motivo pelo qual os presos fazem paradas e são colocados em prisões preventivas especiais espalhadas por toda a geografia penitenciária nacional.

Durante este processo, os reclusos são mantidos incomunicáveis, enquanto que a lei não obriga as autoridades a notificarem as famílias sobre o paradeiro até chegarem ao novo destino.

A líder do grupo de punk rock Pussy Riot, Nadya Tolokonnikova, foi mantida incomunicável durante 26 dias a caminho da região siberiana de Krasnoyarsk.

Como ficou em prisão preventiva desde que foi detido ao voltar da Alemanha, em 17 de janeiro, e também cumpriu dez meses de prisão domiciliar, Navalny deverá cumprir pouco mais de dois anos e meio de prisão.

Últimas