Internacional Névoa alaranjada encobre Nova York; fumaça vem de incêndios florestais no Canadá

Névoa alaranjada encobre Nova York; fumaça vem de incêndios florestais no Canadá

A densa nuvem de fumaça envolveu a Estátua da Liberdade e o horizonte de Manhattan, que normalmente estariam resplandecentes sob o céu azul do verão no Hemisfério Norte

AFP
Fumaça alaranjada de incêndios florestais no Canadá chega a Nova York e encobre vista do Empire State Building

Fumaça alaranjada de incêndios florestais no Canadá chega a Nova York e encobre vista do Empire State Building

David Dee Delgado/Getty Images via AFP

Uma névoa alaranjada causada pelos incêndios florestais do Canadá envolveu Nova York nesta quarta-feira (7), cobrindo seus famosos arranha-céus e levando os moradores a usar máscaras. Várias cidades da Costa Leste dos Estados Unidos emitiram alertas sobre a qualidade do ar.

Dezenas de milhões de pessoas na região receberam avisos de poluição após a fumaça se deslocar para o sul, incluindo NY, onde os moradores foram aconselhados a evitar atividades ao ar livre.

Trata-se de um "exemplo alarmante das maneiras pelas quais a crise climática está interferindo em nossas vidas", declarou a Casa Branca nesta quarta.

O presidente dos EUA, Joe Biden, pediu aos americanos com saúde frágil que tomassem as devidas precauções para se proteger da poluição do ar, disse a porta-voz da Casa Branca, Karine Jean-Pierre.

Hugh Hill, um advogado de 43 anos que passeava de máscara com seu cachorro no Central Park, disse que seus olhos e a garganta estavam "ardendo" devido à névoa, cujo cheiro ele comparou ao de uma lareira.

"Não sei se é psicológico ou físico, mas sei que há algum benefício em usar máscara. Obviamente, não vai prevenir tudo, mas preciso passear com o cachorro", contou à AFP.

A densa nuvem de fumaça envolveu a Estátua da Liberdade e o horizonte de Manhattan, que normalmente estariam resplandecentes sob o céu azul do verão no Hemisfério Norte.

A cidade e grande parte do estado de Nova York estavam sob alerta de saúde para a qualidade do ar, mantido até a noite desta quarta-feira. Avisos também foram emitidos na capital, Washington.

Todas as atividades ao ar livre nas escolas públicas nova-iorquinas foram suspensas, e o prefeito, Eric Adams, pediu aos moradores que limitassem o tempo em ambientes externos apenas ao "absolutamente necessário".

O monitor de poluição IQAir.com informou que o índice de qualidade do ar da metrópole era de 158, considerado insalubre, na manhã desta quarta. 

Segundo o site, a concentração de pequenas partículas conhecidas como PM2.5 era 14 vezes maior do que a recomendada nas diretrizes da Organização Mundial da Saúde.

O IQAir revelou que, na noite de terça-feira, Nova York chegou a ter a pior qualidade do ar de qualquer grande cidade do mundo. Normalmente, fica fora das 3.000 piores em termos de poluição, de acordo com o site.

Na capital dos Estados Unidos, a população também acordou nesta quarta-feira com um cheiro forte e o céu nublado, apesar do tempo ensolarado.

As autoridades de Washington alertaram sobre a qualidade do ar, que estava "prejudicial para pessoas com doenças cardíacas ou pulmonares, adultos mais velhos, crianças e adolescentes". Também foram canceladas todas as atividades ao ar livre nas escolas.

A previsão é que a poluição dure até a quinta-feira.

No plenário do Senado dos EUA, o líder da maioria democrata, Chuck Schumer, disse que a névoa era "um alerta da natureza de que temos muito trabalho a fazer para reverter a destruição pelas mudanças climáticas".

Cientistas afirmam que o aumento das temperaturas eleva o risco de condições climáticas quentes e secas, que frequentemente alimentam incêndios florestais.

Últimas