Estados Unidos

Internacional Número de casos de Covid-19 dispara no Congresso dos EUA

Número de casos de Covid-19 dispara no Congresso dos EUA

Taxa de contaminação subiu para 13% em apenas uma semana; a maioria dos infectados está com a variante Ômicron do coronavírus

Reuters
Congresso americano tem recorde de casos de Covid em meio a crescimento da Ômicron

Congresso americano tem recorde de casos de Covid em meio a crescimento da Ômicron

Pablo Porciuncula / AFP - 3.1.2022

O Congresso dos Estados Unidos está registrando um aumento sem precedentes no número de casos de Covid-19, com a taxa de positividade de sete dias em um local de testes no Capitólio subindo para 13%, ante apenas 1% no fim de novembro, afirmou o médico assistente do Legislativo americano nesta segunda-feira (3).

A maioria das infecções por coronavírus no Capitólio tem ocorrido entre os vacinados, com a variante Ômicron representando cerca de 61%, e a variante Delta, 38%, com base em uma amostra limitada de 15 de dezembro, disse o médico Brian Monahan em uma carta aos parlamentares e funcionários do Congresso nesta segunda-feira.

O aumento de infecções no Capitólio ocorre no momento em que o número de novos casos de Covid-19 nos Estados Unidos dobrou nos últimos sete dias, para uma média de 418.000 por dia, de acordo com uma contagem da Reuters.

Monahan observou que as infecções repentinas entre os vacinados no Capitólio não levaram a hospitalizações, complicações graves ou mortes, um fato que, segundo ele, demonstra a importância da vacinação.

O governo dos EUA tem pedido aos americanos vacinados para tomar a dose de reforço e apelado para a imunização dos não vacinados, que correm um risco muito maior de sofrer um caso grave de Covid-19 e morrer.

Cerca de 65% dos casos de Covid-19 no Capitólio foram sintomáticos, de acordo com a carta. Em outros casos, as pessoas com teste positivo não mostraram sintomas.

O Senado dos EUA retornou às atividades nesta segunda-feira após a pausa de fim de ano, mas se reuniu apenas para uma breve sessão devido a uma tempestade de neve que forçou o local de testes do Capitólio a fechar mais cedo.

Últimas