Rússia x Ucrânia

Internacional Número de ucranianos que saíram do país desde o início dos ataques ultrapassa 1,5 milhão de pessoas

Número de ucranianos que saíram do país desde o início dos ataques ultrapassa 1,5 milhão de pessoas

De acordo  com a ONU, 'esta é a crise de refugiados que mais cresce na Europa desde a Segunda Guerra Mundial'

  • Internacional | Do R7, com agências internacionais

Ucrânia acusa Rússia de atacar alvos civis

Ucrânia acusa Rússia de atacar alvos civis

Peter Lazar/AFP - 02.03.2022

O número de pessoas que fugiram do conflito na Ucrânia ultrapassou a marca de 1,5 milhão, tornando esta a crise de refugiados que mais cresce desde a Segunda Guerra Mundial, alertou a ONU neste domingo (6).

"Mais de 1,5 milhão de refugiados da Ucrânia cruzaram a fronteira para países vizinhos em dez dias. Esta é a crise de refugiados que mais cresce na Europa desde a Segunda Guerra Mundial", tuitou o Alto-Comissário para Refugiados, Filippo Grandi.

O conflito na Ucrânia começou no dia 24 de fevereiro, quando tropas russas invadiram cidades do país. Desde o início da guerra, o presidente da Ucrânia, Volodmir Zelenski, e sua equipe acusam a Rússia de atacar alvos civis. 

Na semana passada, após negociação entre os dois países envolvidos no conflito, definiu-se que seriam abertos corredores humanitários para libertar a população que se via ameaçada em suas casas. 

A primeira tentativa de retirar moradores das cidades da Ucrânia fracassou no sábado (5), após ucranianos afirmarem que o outro lado estava desrespeitando o acordo de cessar-fogo temporário.

Neste domingo, deve-se tentar novamente a retirada de civis em regiões perigosas. Está marcada para amanhã, segunda-feira (7), a terceira conversa entre Rússia e Ucrânia.

Arte R7

Últimas