Internacional Nuvem de gafanhotos está mais próxima da fronteira com Uruguai

Nuvem de gafanhotos está mais próxima da fronteira com Uruguai

As autoridades locais monitoram agora uma nova nuvem de gafanhotos, que também nasceu no Paraguai, e se encontra entre Formosa e Chaco

Gafanhoto capturado de nuvem na província de Entre Rios, na Argentina

Gafanhoto capturado de nuvem na província de Entre Rios, na Argentina

Divulgação/ Senasa

A nuvem de gafanhotos que estava próxima da fronteira com o Brasil, já começa a se deslocar em direção a fronteira com o Uruguai. A nuvem pode não chegar ao território brasileiro dependendo dos ventos na região, segundo o engenheiro agrônomo Héctor Medina, do Senasa (Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar).

Leia mais: Nuvem de gafanhotos se reaproxima do Brasil e bombardeio de agrotóxico gera apreensão

Os técnicos locais continuam monitorando e fazendo o controle da população da nuvem de gafanhotos sempre que é possível, já que em alguns momentos elas "estacionam" em locais de difícil acesso, sem estradas. Nesta semana, a nuvem apareceu próximo de um rio, o que impede o uso de veneno.

Outra nuvem

As autoridades locais monitoram agora uma nova nuvem de gafanhotos, que também nasceu no Paraguai. A nuvem ingressou pela província de Formosa, e agora está no departamento de General Güemes, na província de Chaco.

Esta segunda nuvem possui aproximadamente 20 km². As regiões do entorno foram avisadas e estão em alerta.

Últimas