Internacional ONU estima que mais de 50 mil ucranianos tenham deixado o país em menos de 48 horas

ONU estima que mais de 50 mil ucranianos tenham deixado o país em menos de 48 horas

Cidadãos da Ucrânia estão migrando para países próximos, para escapar dos ataques da Rússia

AFP
Refugiados ucranianos chegam à Polônia

Refugiados ucranianos chegam à Polônia

Maciej Luczniewski/NurPhoto via Reuters

Mais de 50 mil ucranianos fugiram de seu país desde o início da invasão russa, nesta quinta-feira (24), informou o alto-comissário das Nações Unidas para os refugiados, Filippo Grandi, nesta sexta (25).

"Mais de 50 mil refugiados ucranianos fugiram de seu país em menos de 48 horas, a maioria em direção a Polônia e Moldova. E muitos outros se dirigem para as fronteiras", tuitou Grandi, que na véspera informou que o conflito já tinha deixado cerca de 100 mil deslocados internos na Ucrânia por causa do conflito.

Grandi também agradeceu "calorosamente aos governos e cidadãos dos países que deixam suas fronteiras abertas e acolhem os refugiados". Os ucranianos também fogem para Hungria e Romênia.

Em outro tuíte, ele agradeceu particularmente à presidente de Moldova, Maïa Sandu, por "ter permitido às pessoas que fogem da Ucrânia atravessar com toda a segurança a fronteira com a Moldova", e assegurou-lhe que o Acnur "fará tudo que for possível para ajudar a mobilizar a ajuda internacional enquanto os recebe e acolhe".

A Rússia iniciou uma invasão da Ucrânia na madrugada desta quinta-feira, com bombardeios em todo o país, inclusive na capital, Kiev.

Nesta sexta, a cidade era palco de intensos combates entre as forças invasoras russas e o Exército ucraniano, o qual Vladimir Putin chamou a tomar o poder.

Últimas