Internacional Pelo menos 10 foguetes atingem base americana no Iraque

Pelo menos 10 foguetes atingem base americana no Iraque

EUA atribuem esses ataques a milícias xiitas pró-iranianas no leste da Síria; bombardeio não deixou vítimas ou danos significativos

  • Internacional | Da EFE

Novo ataque à base militar Ain al Asad, no Iraque, não deixa vítimas

Novo ataque à base militar Ain al Asad, no Iraque, não deixa vítimas

Reprodução Google Maps

A base militar de Ain al Asad, na província de Al Anbar, no oeste do Iraque, onde as tropas dos Estados Unidos estão baseadas, foi atacada nesta quarta-feira (3) com dez foguetes, sem informações de vítimas até o momento, de acordo com as forças iraquianas e a coalizão internacional liderada pelos americanos.

"Dez foguetes foram disparados contra uma base militar iraquiana, a Base Aérea de Al Asad, que abriga as tropas da coalizão", disse o coronel Wayne Marotto, porta-voz da coalizão que luta contra o grupo terrorista Estado Islâmico no Iraque e na Síria.

Os Estados Unidos atribuem esses ataques a milícias xiitas pró-iranianas no leste da Síria.

Marotto especificou que o fato ocorreu às 7h20 (hora local) e que "as forças de segurança iraquianas estão conduzindo uma investigação sobre o ataque".

O porta-voz militar não deu qualquer informação sobre possíveis vítimas ou danos materiais, mas a célula de comunicação de segurança do governo iraquiano disse em um comunicado que não houve "perdas significativas" e que as plataformas de lançamento de três dos projéteis foram encontradas.

A base de Ain al Asad já havia sido atacada em dezembro de 2019 com cinco mísseis que também não causaram baixas naquela ocasião.

Por outro lado, este é o segundo ataque no último mês contra uma base com presença americana depois que, no dia 15 de fevereiro, um empreiteiro do Exército daquele país morreu devido ao impacto de foguetes contra uma base em Erbil, no Curdistão iraquiano (Norte).

Últimas