Rússia x Ucrânia

Internacional Pentágono diz que Rússia 'reposiciona' forças perto de Kiev, mas sem 'retirada'

Pentágono diz que Rússia 'reposiciona' forças perto de Kiev, mas sem 'retirada'

De acordo com autoridades dos Estados Unidos, capital da Ucrânia ainda pode sofrer ataques de tropas militares russas

AFP
Rússia prometeu 'reduzir drasticamente' o número de tropas em Kiev

Rússia prometeu 'reduzir drasticamente' o número de tropas em Kiev

Marko Djurica/Reuters - 21.3.2022

A Rússia está "reposicionando" suas forças perto de Kiev, mas o movimento ainda não consiste em uma "retirada", e a capital ucraniana segue sob ameaça, declarou nesta terça-feira (29) o Pentágono.

"Estamos vendo um pequeno número [de tropas] que parece estar se afastando de Kiev", declarou o porta-voz do Pentágono, John Kirby. "Mas não estamos prontos a chamar isso de um retrocesso ou uma retirada", continuou Kirby, em coletiva de imprensa, afirmando que "acreditamos que o que eles provavelmente têm em mente é um reposicionamento para priorizar outros lugares".

"Todos deveríamos estar preparados para ver uma grande ofensiva contra outras áreas da Ucrânia", declarou Kirby. "Isso não significa que a ameaça contra Kiev acabou."

O porta-voz do Pentágono afirmou que "a Rússia falhou em seu objetivo de capturar Kiev", mas "ainda pode infligir danos brutais ao país, inclusive em Kiev".

A Rússia prometeu nesta terça-feira reduzir a atividade militar em Kiev após conversas "significativas" com a Ucrânia em Istambul, embora os Estados Unidos tenham questionado a "seriedade" de Moscou nessas negociações.

Últimas