Rússia x Ucrânia

Internacional Pentágono é a favor de evitar um 'conflito maior' com a Rússia

Pentágono é a favor de evitar um 'conflito maior' com a Rússia

Lloyd Austin afirmou que os EUA continuarão trabalhando ao lado dos países aliados na busca pela desescalada das tensões

Agência EFE
Lloyd Austin elogiou a resposta ponderada da Ucrânia às ações ofensivas da Rússia

Lloyd Austin elogiou a resposta ponderada da Ucrânia às ações ofensivas da Rússia

REUTERS/Al Drago - 08.01.2020

Nesta terça-feira (22), o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Lloyd Austin, se disse favorável a evitar um "conflito maior" com a Rússia. A afirmação foi feita durante reunião em Washington com o ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba.

No início do encontro, Austin elogiou a resposta ponderada de Kiev, além dos apelos do governo ucraniano por uma "solução diplomática para o conflito, diante da agressão, provocação e falsas acusações da Rússia".

"Seguiremos trabalhando próximos de vocês e permaneceremos em uníssono com nossos aliados e parceiros para tentar achar a maneira de evitar um conflito maior", declarou o chefe do Pentágono.

Nesse sentido, Austin destacou que o presidente russo, Vladimir Putin, ainda pode "de verdade" impedir uma guerra "trágica".

O Parlamento russo formalizou nesta quarta-feira o reconhecimento da independência das autoproclamadas repúblicas separatistas de Donetsk e Lugansk, no leste da Ucrânia, e autorizou o envio de tropas russas a Donbass, menos de 24 horas depois da determinação de Putin.

Austin enfatizou que a "última invasão russa" é uma ameaça à paz, segurança e prosperidade da Ucrânia e da "comunidade transatlântica".

"Sei que todos nós ouvimos ontem o discurso do presidente Putin, em que ele ameaçou uma guerra e um ataque à noção de uma Ucrânia independente", disse o secretário de Defesa, que ressaltou que o apoio dos EUA à autodefesa, soberania e integridade territorial da Ucrânia é "inabalável".

Últimas