Internacional Polícia prende suposto cúmplice de autor de atentado em Nice

Polícia prende suposto cúmplice de autor de atentado em Nice

Jovem tunisiano de 21 anos chegou na ilha de Lampedusa no final de setembro. Investigações tentam descobrir conexão dele com agressor

Polícia francesa prende suposto cúmplice de agressor

Polícia francesa prende suposto cúmplice de agressor

Eric Gaillard/Reuters - 29.10.2020

A polícia da França prendeu um homem por possível cumplicidade com o autor do ataque islâmico na quinta-feira (29) em Nice, no qual três pessoas - entre elas uma brasileira - foram mortas esfaqueadas em uma igreja da cidade.

"Um homem de 47 anos foi preso ontem à noite. Ele é suspeito de ter entrado em contato com o autor", disse nesta sexta, uma fonte judicial à Agência Efe, que não forneceu mais detalhes.

O terrorista, baleado pelos policiais quando estava prestes a atacá-los, foi hospitalizado em estado grave.

Ele é um homem de 21 anos, de nacionalidade tunisiana, que chegou à ilha de Lampedusa, na Itália, no dia 20 de setembro, seguindo a rota de migração do Mediterrâneo Central.

Segundo um documento da Cruz Vermelha italiana que ele transportava, e que as autoridades francesas consideram autêntico, ele desembarcou no dia 9 de outubro no porto de Bari, no sul da Itália.

A investigação agora se concentra em descobrir como o tunisiano chegou à França vindo de Bari e sua "possível cumplicidade", disse o promotor nacional antiterrorista, Jean-François Ricard, durante entrevista coletiva na noite passada.

O terrorista entrou Basílica de Notre-Dame, no centro de Nice, e em 30 minutos matou três pessoas a facadas: uma idosa de 60 anos que quase foi decapitada, o sacristão do templo, de 55 anos, e a brasileira Simone Barreto Silva, de 44 anos.

A brasileira ainda conseguiu deixar a igreja e tentou se esconder em um restaurante próximo, mas não resistiu aos ferimentos.

Últimas