Internacional Portugal registra o maior número de mortes por Covid desde março

Portugal registra o maior número de mortes por Covid desde março

Ministra da Saúde portuguesa, Marta Temido, prevê que o número de casos da doença pode dobrar a cada 20 dias no país

Agência EFE
Portugueses enfrentam crescimento do número de casos da doença no país

Portugueses enfrentam crescimento do número de casos da doença no país

Carlota Ciudad/EFE - 3.12.2021

Portugal registrou a morte de mais 21 pessoas em decorrência da Covid-19, o número mais alto em um mesmo dia em quase nove meses, segundo boletim apresentado nesta sexta-feira (3) pela DGS (Direção Geral de Saúde) do país.

O número de vítimas em 24 horas não ocorria no território português desde 18 de março, quando estava sendo iniciada a saída do confinamento geral decretado no país para conter a onda mais grave ao longo de toda a crise sanitária.

A ministra da Saúde de Portugal, Marta Temido, reforçou nesta sexta-feira que o país está em uma "fase crescente da pandemia" e que há previsão de que o número de casos dobre a cada 20 dias.

Segundo balanço da DGS, ao longo das últimas 24 horas foram notificados 2.535 novos positivos. O número de pacientes internados com Covid-19, contudo, caiu, passando para 904, o que representa 14 a menos do que na última quinta-feira (2).

Ao todo, 129 pessoas estão internadas nas UTIs dos hospitais portugueses. A incidência acumulada, por sua vez, apresentou nova alta e chegou a 374 casos para cada 100 mil habitantes, número maior do que, por exemplo, o da última quarta-feira (1º), que foi de 349,8.

Desde o início da pandemia, Portugal contabilizou 1.157.352 positivos para o novo coronavírus e 18.492 mortes por Covid-19. Segundo dados oficiais, cerca de 8,6 milhões de pessoas completaram o esquema de vacinação contra a doença, o que representa cerca de 86% da população.

Atualmente, a comissão técnica de imunização está avaliando aplicar doses em crianças de 5 a 11 anos. Além disso, a dose de reforço já foi dada a 1,3 milhão de pessoas, a maioria com mais de 65 anos.

Últimas