Internacional Prédios em Cuba são esvaziados após terremoto de 5,1 graus

Prédios em Cuba são esvaziados após terremoto de 5,1 graus

Não há confirmação de vítimas ou danos significativos; Este é o quarto tremor perceptível no país neste ano

  • Internacional | Da EFE

Prédios em Cuba são evacuados após terremoto de 5,1 graus

Prédios em Cuba são evacuados após terremoto de 5,1 graus

Ernesto Mastrascusa/EFE - 29.6.2021

Um terremoto de 5,1 graus na escala Richter provocou nesta terça-feira (29) o esvaziamento de vários prédios em Havana, onde foi sentido em várias áreas, mas sem a confirmação de vítima ou danos materiais até o momento.

O tremor ocorreu às 11h (horário local; 12h em Brasília), com epicentro 17 quilômetros a noroeste de San Cristóbal, na província de Artemisa, informou o Centro Nacional de Pesquisas Sismológicas (Cenais) de Cuba. A profundidade registrada foi de cinco quilômetros.

"Até ao encerramento deste comunicado, relatórios de perceptibilidade foram recebidos em vários edifícios altos na cidade de Havana, em Candelaria e San Cristóbal, na província de Artemisa, e em vários locais na Ilha da Juventude", acrescenta o boletim.

Residentes de diferentes partes da capital comentaram nas redes sociais que os edifícios tremeram e, em alguns casos, foram esvaziados como precaução.

A Defesa Civil de Cuba disse no Twitter que "as pessoas que se encontram em edifícios altos desceram como medida de proteção" e pediu para que "se mantenham calmas".

Este é o quarto terremoto perceptível no país em 2021. Cuba está localizada em um ponto geográfico onde diferentes sistemas de falhas tectônicas convergem com uma atividade sísmica significativa. É possível sentir cerca de 15 terremotos por ano em média, de acordo com especialistas.

Últimas