Rússia x Ucrânia

Internacional Prefeito de Irpin, na província de Kiev, diz que tropas russas exigiram rendição da cidade

Prefeito de Irpin, na província de Kiev, diz que tropas russas exigiram rendição da cidade

Região iniciou nesta terça-feira a retirada da população, com 3.000 moradores até o momento levados a corredor humanitário

  • Internacional | Do R7, com EFE

Corredor humanitário atravessa ponte destruída

Corredor humanitário atravessa ponte destruída

SERGEI SUPINSKY / AFP - 08.03.22

No mesmo instante em que organiza a retirada da população, o prefeito de Irpin, na província de Kiev, precisou arrumar tempo nesta terça-feira (8) para responder a uma proposta de rendição feita pelos militares da Rússia.

Em mensagem no Telegram, no início do dia, o prefeito Oleksandr Markushin afirmou ter recebido a informação de que as tropas russas exigiam a entrega do controle da cidade. "Houve uma contraproposta pública aos ocupantes, pedindo que abandonem a comunidade de Irpin em 24 horas e salvem a vida e a saúde de milhares de recrutas russos, que são esperados em casa por mães, irmãs, filhas, avós e namoradas", disse.

Em Irpin, cerca de 3.000 civis já receberam assistência para deixar o país, segundo divulgou nesta terça-feira (8) o Serviço Estatal de Emergências do país.

A retirada dos moradores da cidade, localizada no noroeste da capital ucraniana, Kiev, e que tem quase 43 mil habitantes, acontece após dias de intensos ataques das tropas russas e da imposição de diversos obstáculos para a saída da população.

As pessoas estão tendo que deixar a cidade por meio de uma ponte que foi destruída. No último domingo (6), os quatro integrantes de uma família morreram durante o processo de saída de Irpin, quando as forças russas dispararam contra civis, segundo o prefeito, que anunciou que ocorreram oito mortes nesse episódio.

O chefe do Executivo municipal, contudo, negou que a cidade esteja totalmente ocupada pelos russos e informou que ainda estão acontecendo combates em uma parte que foi tomada.

Últimas