Internacional Presidente do México pede esforços redobrados para resgatar mineiros

Presidente do México pede esforços redobrados para resgatar mineiros

Trabalhadores estão presos em mina já há quatro dias, e resgate entra em momento decisivo

AFP
Soldados mexicanos trabalham no resgate dos mineradores

Soldados mexicanos trabalham no resgate dos mineradores

Julio Cesar AGUILAR/AFP - 07.08.2022

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, pediu mais esforços para resgatar os dez mineiros que estão presos há quatro dias durante uma visita, neste domingo (7), à área do incidente.

"Temos que continuar trabalhando para resgatar os mineiros, temos que fazer tudo o que estamos fazendo e mais (...). Desejo que seja o mais rápido possível", disse o presidente à imprensa após sua chegada a Agujita, comunidade do município de Sabinal, no estado de Coahuila.

López Obrador havia dito no sábado (6) que os trabalhos estavam num momento "decisivo".

"Há progresso, os níveis de água seguem diminuindo, seguem extraindo com um volume muito maior", garantiu o governador de Coahuila, Miguel Ángel Riquelme, neste domingo.

"Explicaram ao presidente cada um dos passos que foram tomados, cada uma das dificuldades que se tem, os equipamentos que estão sendo obtidos, os que já estão instalados, as trocas de bombas" de extração, acrescentou o governador.

Riquelme afirmou que a operação para que um grupo de mergulhadores desça pela mina está pronta para ser executada "assim que baixarem os níveis" de água.

Vários canais de drenagem foram escavados na área. Alguns parecem rios estreitos com um forte fluxo.

A mina está localizada cerca de 1.130 km ao norte da Cidade do México, na região carbonífera de Coahuila, na fronteira com os Estados Unidos. São comuns os acidentes em minas nessa área.

O acidente ocorreu na quarta-feira, quando trabalhadores colidiram com uma área adjacente cheia de água que desabou e inundou a mina. Os familiares dos mineiros estão esperançosos de que eles estejam a salvo da inundação.

Quase 400 oficiais do Exército, Proteção Civil e outras entidades estão trabalhando no resgate, focado na extração de água com potentes bombas enviadas pelo governo federal.

No entanto, a infiltração de água de uma mina próxima complicou a operação, segundo as autoridades.

Últimas