Internacional Putin busca vitória no Donbass para celebrações do 9 de Maio, diz presidente da França

Putin busca vitória no Donbass para celebrações do 9 de Maio, diz presidente da França

Macron afirma que a data é um importante feriado nacional na Rússia e que as ofensivas devem aumentar no leste da Ucrânia

AFP
Presidente da França, Emmanuel Macron, durante entrevista à rádio RTL

Presidente da França, Emmanuel Macron, durante entrevista à rádio RTL

Ludovic MARIN / AFP

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, vai concentrar seus ataques em áreas separatistas no Donbass, no leste da Ucrânia, para tentar obter uma vitória até 9 de maio, aniversário da capitulação da Alemanha em 1945, afirmou o presidente da França, Emmanuel Macron. 

"Para a Rússia, o 9 de Maio é um feriado nacional, um evento militar importante, e é quase certo que, para o presidente Putin, o 9 de Maio deve ser um dia de vitória", disse Macron à rádio francesa RTL. 

O presidente francês estima que "vão concentrar seus esforços no Donbass", o que significa, conforme Macron, que esta região vai viver situações "muito difíceis" nas próximas semanas.

Ele lembrou que França, Grécia e Turquia estão tentando organizar operações humanitárias no porto ucraniano de Mariupol, ainda sob um resistente cerco. Enfrentam "muitas dificuldades", porém, devido a uma "recusa absoluta dos russos". 

Sobre a nova bateria de sanções decidida pela União Europeia (UE) na quinta-feira (7), Macron aproveitou para atacar uma de suas rivais na disputa presidencial deste fim de semana na França, a líder de extrema direita Marine Le Pen. Segundo o presidente na briga pela reeleição, a política ultraconservadora mantém uma "ambiguidade" em relação à Rússia, buscando evitar o recurso a sanções. 

"Chama atenção a ausência culpada de todos os parlamentares da Frente Nacional (partido de Le Pen) no Parlamento Europeu quando se trata de aplicar sanções à Rússia, o que mostra a ambiguidade de algumas pessoas neste país, apesar da guerra", criticou Macron.

Últimas