Internacional Quase 200 migrantes são achados no México após denúncia

Quase 200 migrantes são achados no México após denúncia

Pessoas foram localizadas no estado de Chiapas após guatemalteco denunciar ter sido vítima de um golpe

  • Internacional | Da EFE

Migrantes foram detidos por conta de denúncia de guatemalteco

Migrantes foram detidos por conta de denúncia de guatemalteco

EFE/ Joebeth Terriquez

Um total de 194 imigrantes indocumentados foram localizados no estado de Chiapas, no sudeste do México, graças à denúncia de um guatemalteco que afirmou ter sido vítima de um golpe, informou nesta quinta-feira (3) a Procuradoria Geral da República (FGR, na sigla em espanhol).

"(Foi) derivado de uma denúncia de cidadão guatemalteco que disse ter sido vítima de um golpe perpetrado por pessoas que supostamente estão envolvidas em trazer imigrantes indocumentados para os Estados Unidos da América e que tinham um grupo de migrantes em uma propriedade", disse o FGR.

De acordo com a instituição, após receber a informação, foram obtidos "elementos que corroboraram o fato" e foi obtido um mandado de busca e apreensão.

O mandado foi executado em uma propriedade em um trecho da rodovia em Ocozocoautla de Espinosa, no estado de Chiapas, na qual foram encontrados 194 migrantes da Guatemala, Honduras, El Salvador e Nicarágua.

Entre eles estavam alguns menores e todos foram colocados à disposição do Instituto Nacional de Migração. Além disso, foram apreendidos 12 veículos, entre caminhões, automóveis e motocicleta.

A operação foi realizada pela FGR, através da Promotoria Especializada de Controle Regional (FECOR), em sua Delegação de Chiapas, com o apoio de pessoal da Secretaria de Defesa Nacional (Sedena), Polícia Estadual, Proteção Civil do Estado e Instituto Nacional de Migração (INM).

Leia mais: Sri Lanka se prepara para vazamento de combustível de navio

"A FGR continuará com as investigações para localizar os prováveis autores dos fatos relacionados com a busca e, se necessário, instaurar ações criminais", concluiu o comunicado.

A região está passando por uma onda de migração sem precedentes e, nos últimos anos, várias caravanas de centro-americanos fugiram de seus países para o México e os Estados Unidos.

Um exemplo desse fluxo migratório é que a Comissão Mexicana de Assistência a Refugiados (Comar) recebeu 31.842 pedidos de asilo nos primeiros quatro meses de 2021, um aumento de quase 75% em comparação com 18.142 no mesmo período de 2020 e 18.527 em 2019.

De acordo com o Escritório de Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP, na sigla em inglês), 178.120 imigrantes indocumentados foram detidos ao cruzaram a fronteira com o México em abril, o maior número registrado naquele mês desde 2000.

Esse número também representou um aumento de 3% em relação a março, quando 173.448 imigrantes foram interceptados.

Últimas