Rússia x Ucrânia

Internacional Rádios russas são alvo de ciberataque e transmitem falso discurso de Putin

Rádios russas são alvo de ciberataque e transmitem falso discurso de Putin

Suposta fala do presidente russo afirmava que a Ucrânia estava avançando com apoio dos EUA e anunciava lei marcial

AFP
Rádios russas transmitiram falso discurso de Putin

Rádios russas transmitiram falso discurso de Putin

Gavriil GRIGOROV / SPUTNIK / AFP - 02/06/2023

Várias estações de rádio russas, vítimas de um "ciberataque", transmitiram nesta segunda-feira (5) um falso discurso do presidente Vladimir Putin denunciando uma "invasão" ucraniana e anunciando o estabelecimento de lei marcial nas regiões fronteiriças com a Ucrânia, informaram as autoridades russas.

Um discurso segundo o qual "as forças ucranianas, armadas até aos dentes (...) e apoiadas por Washington, invadiram as regiões de Kursk, Belgorod e Briansk" foi transmitido nesta segunda-feira por várias estações de rádio nesses territórios fronteiriços com a Ucrânia, disseram as autoridades.

A mensagem, atribuída a Putin e que circula nas redes sociais, também anunciava a lei marcial nas regiões, a assinatura de um decreto presidencial de mobilização geral na Rússia e exortava os habitantes a se retirarem desses locais.

Compartilhe pelo WhatsApp

Compartilhe pelo Telegram

"Foi realmente um ataque cibernético. Estamos cientes disso", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, a agências de notícias russas, garantindo que as estações de rádio em questão retomaram o controle das frequências.

"As informações sobre a invasão das forças ucranianas na região de Belgorod, o estabelecimento da lei marcial, mobilização geral e evacuação (...) são falsas", disseram as autoridades da região de Belgorod.

"O objetivo desta mensagem é semear o pânico entre os moradores", disse a unidade de crise instalada pelas autoridades no Telegram, pedindo para "manter a calma" e confiar apenas em fontes "confiáveis" de informação.

Na região de Voronezh, também na fronteira com a Ucrânia e de onde também houve interferência em algumas rádios, as autoridades garantiram aos habitantes que "não havia motivo para preocupação".

"A situação na região está sob o controle das autoridades e das forças de segurança", afirmaram no Telegram.

A MIR, uma das rádios afetadas, perdeu o controle de suas frequências por cerca de 40 minutos. Descreveu como "falso" e "provocação" tudo o que foi divulgado nesse tempo.

Há duas semanas, a região russa de Belgorod, na fronteira com a Ucrânia, é cenário de ataques, bombardeios e combates entre o exército russo e combatentes russos pró-ucranianos.

Em fevereiro aconteceu algo semelhante: falsos alertas antiaéreos foram transmitidos por diversas emissoras de rádio e televisão russas, vítimas de um ciberataque.

Veja também: A guerra na Ucrânia faz outra vítima: a adolescência

Últimas