Internacional Raio mata cinco pessoas em Cuba, incluindo três crianças

Raio mata cinco pessoas em Cuba, incluindo três crianças

Pelo menos 65 pessoas morrem no país a cada ano por impactos de raios, a primeira causa de morte por fenômenos meteorológicos no país

Outra criança ficou ferida

Outra criança ficou ferida

Pixabay

A queda de um raio na província de Mayabeque, no oeste de Cuba, causou a morte de cinco pessoas, três delas menores de idade, segundo informações divulgadas nesta sexta-feira (16) pela imprensa estatal local.

A fatalidade, que ainda deixou outra criança ferida, aconteceu na tarde de quinta-feira (15) na praia de La Puntilla, na cidade de Santa Cruz del Norte, segundo o jornal "Granma".

Por enquanto, não foi divulgada a identidade das vítimas. O menor ferido foi internado no hospital pediátrico Juan Manuel Márquez, em Havana. O jornal cubano lembra que a ilha é um dos territórios mais afetados por raios no mundo todo, dada a grande atividade elétrica que caracteriza as tempestades no país.

Segundo dados do Instituto de Geofísica e Astronomia de Cuba difundidos em 2018, pelo menos 65 pessoas morrem no país a cada ano por impactos de raios, a primeira causa de morte por fenômenos meteorológicos no país, com 1.682 vítimas registradas entre 1979 e 2013. Os fenômenos são mais frequentes nos meses de verão devido ao elevado aquecimento do ar em contato com a superfície terrestre.