Internacional Rússia avança com lentidão no Donbass, dizem Estados Unidos

Rússia avança com lentidão no Donbass, dizem Estados Unidos

Funcionário do Pentágono acredita que russos estão atrasados em relação ao cronograma de pré-ofensiva no leste da Ucrânia

AFP
Condomínio de prédios e casas foi devastado em Lugansk, no Donbass

Condomínio de prédios e casas foi devastado em Lugansk, no Donbass

EYEPRESS via Reuters Connect - 25.4.2022

Um alto funcionário do Pentágono afirmou nesta sexta-feira (29) que a ofensiva russa na região do Donbass, no leste da Ucrânia, avança lentamente e com atraso em relação ao calendário previsto.

"Acreditamos que ficaram atrás do que esperavam conquistar no Donbass", disse à imprensa o alto funcionário do Departamento de Defesa dos Estados Unidos. "Tinham ao menos vários dias de atraso", disse sob condição de anonimato.

"Estão longe de terem feito a conexão" entre as tropas que entraram pela região de Kharkiv, ao norte dessa região, e as que vêm do sul do país, afirmou. Acredita-se que Moscou tenta lentamente atacar as forças ucranianas na linha de frente ao redor das áreas separatistas pró-Rússia de Donetsk e Lugansk.

"Não estão se mobilizando muito rápido", considerou o funcionário. "Poucos quilômetros por dia é o máximo que podem fazer, porque são repelidos" pelo Exército ucraniano.

Embora o combate já esteja em andamento nessa área vital, "acreditamos que continuam criando as condições para uma ofensiva sustentada, maior e mais prolongada", acrescentou o alto funcionário.

Ele explicou que as forças russas "não querem cometer os mesmos erros que ocorreram em Kiev", onde suas colunas de tanques foram imobilizadas pelas forças ucranianas armadas com lançadores de mísseis portáteis e seu apoio logístico foi afastado.

Últimas