Morte Elizabeth 2ª

Internacional Saúde da rainha Elizabeth 2ª é motivo de preocupação desde outubro do ano passado

Saúde da rainha Elizabeth 2ª é motivo de preocupação desde outubro do ano passado

Monarca teve Covid-19, participou pouco das comemorações de 70 anos de reinado e cancelou compromissos por recomendação médica

  • Internacional | Do R7, com AFP

Rainha Elizabeth 2ª durante as comemorações do jubileu de platina

Rainha Elizabeth 2ª durante as comemorações do jubileu de platina

Jonathan Brady/AFP - 02.06.2022

A saúde da rainha Elizabeth 2ª é motivo de crescente preocupação desde outubro do ano passado, quando foi revelado que ela passou uma noite hospitalizada para ser submetida a exames médicos que nunca foram detalhados.

Desde então, ela reduziu consideravelmente sua agenda, com aparições em público cada vez mais raras e caminhando com dificuldade, com o auxílio de uma bengala.

Nos últimos anos, a rainha teve que enfrentar a pandemia — ela contraiu Covid, doença que a deixou muito cansada —, a morte de seu marido Philip — falecido em abril de 2021 com quase 100 anos — e as diversas crises da família real.

Em junho, o Reino Unido celebrou com muita festa o Jubileu de Platina, o aniversário de 70 anos da chegada ao trono de Elizabeth 2ª, que cada vez mais delega funções oficiais ao príncipe Charles.

A monarca praticamente não compareceu às celebrações do Jubileu de Platina, período em que apareceu apenas duas vezes, brevemente, na sacada do Palácio de Buckingham para saudar as dezenas de milhares de pessoas reunidas no local.

Porém, algumas semanas depois, ela participou em vários atos públicos na Escócia e apareceu sorridente e com uma bengala em um desfile das Forças Armadas em Edimburgo no fim de junho.

Seu último compromisso público foi na terça-feira (6), quando a monarca recebeu em Balmoral o primeiro-ministro demissionário Boris Johnson e a nova comandante do Partido Conservador, Liz Truss, que foi nomeada formalmente a nova líder da maioria parlamentar.

Uma foto do encontro divulgada pelo Palácio de Buckingham, que mostra a rainha cumprimentando Truss, provocou inquietação porque, segundo analistas, a mão da rainha parecia muito arroxeada.

Pela primeira vez em seu longo reinado, Elizabeth 2ª decidiu permanecer em Balmoral e não retornar a Londres, onde geralmente acontece a transição de poder no governo, devido a seus problemas de saúde.

"Todo o país está profundamente preocupado com as notícias do Palácio de Buckingham", postou Truss no Twitter. "Meus pensamentos — e os de todos no Reino Unido — estão com Sua Majestade, a rainha, e sua família", acrescentou.

Últimas