Internacional Sibéria: ocupantes de avião que desapareceu são achados vivos

Sibéria: ocupantes de avião que desapareceu são achados vivos

Todas as 18 pessoas que estavam a bordo do avião, 15 passageiros e 3 tripulantes, foram localizadas pelas equipes de resgate

AFP
O avião foi localizado após um pouso de emergência

O avião foi localizado após um pouso de emergência

Reprodução / Twitter

As equipes de resgate encontraram com vida as 18 pessoas a bordo de um avião AN-28 que desapareceu horas antes dos radares na Sibéria e depois foi localizado após um pouso de emergência, anunciou nesta sexta-feira (16) a Rosaviatsia, a agência russa de aviação.

"Os 15 passageiros e três tripulantes foram encontrados. Todas as pessoas que estavam a bordo estão vivas", disse Rosaviatsia em um comunicado enviado à AFP, destacando que os sobreviventes foram transportados para a cidade de Tomsk.

O avião, operado pela companhia "Aviação Expressa Siberiana" (Sila), fazia o voo entre a pequena cidade de Kedrovy com Tomsk quando "parou de se comunicar" por volta das 17 locais (7h em Brasília), afirmaram as autoridades regionais em um comunicado.

Imediatamente, diversos helicópteros MI-8 foram enviados para tentar localizar o AN-28. Quase duas horas depois de acionado o alerta, a aeronave foi localizada, "muito danificada", segundo a agência Interfax.

"Todos os passageiros e membros da tripulação estão vivos", disse um porta-voz da Sila à Interfax. O vídeo abaixo mostra o local onde o avião foi encontrado.

Citando fontes da aviação, a agência estatal TASS informou que o avião estava com a manutenção em dia, mas um responsável pela Sila disse que o voo saiu com mais de dez horas de atraso por conta das más condições meteorológicas.

O acidente aconteceu pouco mais de uma semana depois de outro que aconteceu com um avião Antonov. No último dia 6, um AN-26 caiu durante uma tentativa de aterrissagem na península de Kamchatka, no leste da Rússia, causando a morte das 28 pessoas que estavam a bordo.

Fabricados principalmente no período soviético, os Antonov seguem sendo utilizados em países da antiga URSS na aviação civil e militar e estiveram envolvidos em diversos acidentes fatais nos últimos anos.

Últimas