Internacional Sobe para 10 o número de mortos em tiroteio na Califórnia

Sobe para 10 o número de mortos em tiroteio na Califórnia

Homem que abriu fogo contra colegas de trabalho está entre as vítimas fatais; polícia investiga a motivação do crime

tiroteio Califórnia

tiroteio Califórnia

AMY OSBORNE / AFP - 26.05.2021

O número de mortos no tiroteio ocorrido na manhã de quarta-feira (26) no centro de San José, na Califórnia, aumentou para dez - incluindo o autor dos disparos -, após a confirmação do óbito de um ferido que estada em estado crítico no hospital.

A polícia continua a investigar os motivos que levaram o suspeito, Samuel J. Cassidy, de 57 anos, a abrir fogo contra os colegas de trabalho no pátio da Autoridade de Transporte do Vale de Santa Clara (VTA, na sigla em inglês), cujas instalações são utilizadas para armazenar e fazer a manutenção de vagões de trens.

Cassidy entrou no local armado com duas pistolas semiautomáticas e 11 carregadores de munição, de acordo com o gabinete do xerife do condado de Santa Clara.

A polícia recebeu o primeiro aviso do tiroteio às 6h34 de quarta-feira, no momento da troca de turno, em que os empregados do turno da noite partiam e os empregados da manhã chegavam.

Os agentes que foram ao local após o alerta não dispararam, apenas encurralaram o suspeito, que atirou contra o próprio corpo. Pouco antes de ir ao local de trabalho, o atirador teria ateado fogo à sua casa em San José, de acordo com a hipótese principal com a qual a polícia trabalha.

O presidente dos EUA, Joe Biden, ordenou na quarta-feira que as bandeiras do país fossem hasteadas a meia-mastro em homenagem aos mortos e, em discurso, lamentou ter de tomar novamente esta decisão "apenas algumas semanas depois" de terem ocorrido tiroteios em massa em outras partes do país.

Últimas