Internacional Sobe para 25 o número de mortos em enchentes no Kentucky, EUA

Sobe para 25 o número de mortos em enchentes no Kentucky, EUA

Chuvas torrenciais que atingiram o estado americano devastaram casas, deixando inúmeras pessoas desabrigadas na região

Agência EFE

Resumindo a Notícia

  • Autoridades do Kentucky divulgaram 25 mortes causadas pela enchente que atingiu o estado
  • Ainda segundo autoridades, o número de mortos deve subir nos próximos dias
  • Fortes chuvas desabrigaram inúmeras pessoas e destruíram ruas do estado
Ruas alagadas se repetem por todo o estado do Kentucky

Ruas alagadas se repetem por todo o estado do Kentucky

Michael Swensen/Getty Images North America/Getty Images via AFP - 28.07.2022

O número de mortos pelas inundações no centro e no leste do Kentucky, nos Estados Unidos, subiu para 25 pessoas, segundo informou o gabinete do governador do estado, Andy Beshear, nesta sexta-feira (29).

Entre os falecidos há seis crianças, quatro delas da mesma família.

Em uma entrevista coletiva nesta manhã, o governador advertiu que o número de mortos poderá se tornar "muito mais elevado" à medida que os esforços de resgate avançarem e mais corpos forem encontrados.

Também nesta sexta, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, classificou o Kentucky de área de "grande desastre" para confirmar a ajuda federal que o governo do país dará ao estado para lidar com essas inundações.

De acordo com o Serviço Nacional de Meteorologia (NWS, na sigla em inglês), o trecho do rio Kentucky na cidade de Jackson atingiu o nível mais alto já registrado, com 13 metros, marca que supera um recorde estabelecido em 1939.

Beshear já declarou estado de emergência em todo o Kentucky na quinta-feira (28), e hoje os avisos de inundação permanecem em vigor na maior parte da região.

A ordem de Beshear inclui a mobilização de tropas da Guarda Nacional do Kentucky para usar caminhões e helicópteros no auxílio a pessoas presas pelas águas turbulentas.

Muitas pessoas ficaram presas pelas águas da enchente nos telhados de suas casas ou nas árvores, de acordo com a emissora de televisão local WHAS11.

"O número de mortos continua a crescer, e muitas famílias perderam absolutamente tudo", lamentou o governador.

Na noite de quinta-feira, as autoridades do Kentucky recomendaram à população que evacuasse as casas ao redor do lago Panbowl, perto de Jackson, devido à subida das águas do rio Kentucky e a "uma descarga de lama" observada perto da barragem do lago.

Os meteorologistas estão prevendo outra série de chuvas para hoje na área inundada por torrentes que desceram das montanhas e fizeram subir os rios e córregos nos Apalaches. As águas descontroladas danificaram pontes e inundaram casas, empresas e estradas.

Na cidade de Whitesburg, as águas da enchente inundaram o Appalshop, um centro de artes e educação conhecido por promover e preservar a história e a cultura da região.

As autoridades relataram inundações rápidas de rios e córregos no leste do Kentucky, oeste da Virgínia e sul da Virgínia Ocidental, áreas afetadas por tempestades nos últimos dias.

De acordo com a plataforma PowerOutage.us, nesta manhã havia 24.157 residências e empresas no Kentucky sem fornecimento de energia e outras 6.789 na mesma situação na Virgínia.

Jerry Stacy, diretor de Gestão de Emergências do condado de Perry, no leste do Kentucky, descreveu as inundações como "um evento catastrófico".

Últimas