Internacional Sobe para 3 o total de mortos em deslizamento de terra na Noruega

Sobe para 3 o total de mortos em deslizamento de terra na Noruega

Mais dois corpos foram localizados pelas equipes de busca neste sábado; pelo menos sete outras pessoas continuam desaparecidas

  • Internacional | Da EFE

Equipes de busca ainda procuram por sete desaparecidos no deslizamento

Equipes de busca ainda procuram por sete desaparecidos no deslizamento

Haakon Mosvold Larsen / EFE - EPA - 2.1.2021

Policiais encontraram dois corpos neste sábado (2) em uma área residencial no povoado de Ask, na cidade de Gjerdrum, no sul da Noruega, onde houve um deslizamento de terra na quarta-feira. Com isso, subiu para três o número de mortos na tragédia, e ao menos sete pessoas ainda estão desaparecidas.

Leia também: Deslizamento na Noruega deixa mais de 20 desaparecidos

Os dois corpos foram encontrados no mesmo prédio por uma patrulha com cães, afirmou Knut Halvorsen, responsável pela operação policial, em entrevista coletiva.

Após utilizar somente helicópteros e drones por razões de segurança nos dois primeiros dias de buscas, a polícia enviou uma equipe de especialistas à área pela primeira vez ontem e repetiu a operação hoje, que continuará durante toda a noite.

Mais de mil pessoas foram retiradas da região afetada pelo deslizamento desde quarta-feira. Uma grande massa de terra argilosa (de cerca de 700 metros de comprimento e 300 metros de largura) atingiu mais de dez pequenos edifícios.

As autoridades locais acreditam que a situação ainda não está sob controle, e as fortes nevascas que têm ocorrido na região complicam os esforços de busca.

Área com problemas de erosão

A igreja local está mantendo as portas abertas para atender desabrigados, as autoridades municipais criaram um centro de crise, e as pessoas retiradas de suas casas foram hospedadas em hotéis.

A primeira-ministra norueguesa, Erna Solberg, visitou a região no dia do incidente, e amanhã o rei Harald, a rainha Sonia e o príncipe herdeiro Haakon viajarão para Gjerdrum, informou hoje a Casa Real.

Segundo a imprensa norueguesa, vários geólogos e hidrólogos advertiram as autoridades municipais em 2008 sobre "problemas significativos de erosão" na área onde foram construídos os edifícios residenciais atingidos pelo deslizamento.

Últimas