Internacional Sobe para três o número de mortos em queda de raio na Casa Branca

Sobe para três o número de mortos em queda de raio na Casa Branca

Além de um casal que comemorava 56 anos de casamento, um jovem de 29 anos também não resistiu aos ferimentos

Agência EFE

Resumindo a Notícia

  • Autoridades de Washington confirmaram a morte de mais uma pessoa por queda de raio
  • Ao menos quatro pessoas ficaram feridas no incidente, das quais apenas uma está viva
  • Incidente ocorreu próximo às cercas da Casa Branca, na capital dos Estados Unidos
Três morreram e outro foi internado com ferimentos

Três morreram e outro foi internado com ferimentos

ReutersTV/Reuters - 4.8.2022

O número de mortos pelo impacto de um raio que caiu na última quinta-feira (4) perto da Casa Branca subiu para três nesta sexta-feira (5), incluindo um casal que viajou para a capital dos Estados Unidos para comemorar seu 56º aniversário de casamento, segundo informou a polícia.

O raio caiu perto da estátua equestre do sétimo presidente dos EUA, Andrew Jackson, localizada no Lafayette Park, ao norte da Casa Branca, durante uma tempestade de verão repentina.

Como resultado do impacto do raio, quatro pessoas, dois homens e duas mulheres, ficaram gravemente feridas, relatou ontem à noite em coletiva de imprensa o porta-voz dos bombeiros da capital americana, Vito Maggiolo.

As autoridades acreditam que os quatro estavam se abrigando da chuva sob as árvores quando o raio os atingiu, de acordo com Maggiolo.

As vítimas estavam tão perto da Casa Branca que os primeiros a prestar assistência médica foram os agentes que patrulham o parque e os membros do Serviço Secreto, encarregados de vigiar a mansão presidencial.

Os quatro foram levados para o hospital na quinta-feira em estado crítico. Na tarde desta sexta-feira, a polícia municipal de Washington confirmou a morte de um homem de 29 anos cuja identidade não foi divulgada por respeito à família, que está sendo notificada da morte.

A polícia também informou na manhã de hoje a morte de um casal da cidade de Janesville, em Wisconsin: James Mueller, de 76 anos, e sua esposa, Donna, de 75 anos.

Os dois se conheceram quando estavam no ensino médio e viajaram para a capital dos EUA para comemorar seu 56º aniversário de casamento, de acordo com a emissora Fox News. Em um comunicado, a porta-voz da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, expressou "tristeza" pelas mortes "trágicas".

"Nossos corações estão com as famílias que perderam entes queridos, e oramos por aqueles que ainda estão lutando por sua vida", disse a porta-voz.

A pessoa que ainda está hospitalizada por ferimentos causados ​​pelo raio é uma mulher, mas sua identidade não foi divulgada.

O Serviço Nacional de Meteorologia dos EUA adverte que os raios atingem frequentemente objetos altos, por isso não é aconselhável abrigar-se debaixo de árvore durante uma tempestade.

Em média, cerca de 23 pessoas são mortas por raios por ano nos Estados Unidos, de acordo com o National Lightning Safety Council, um grupo dedicado à conscientização sobre raios.

Segundo essa organização, as três mortes desta sexta-feira em Washington são as primeiras causadas por raios desde 1991, quando um adolescente morreu e outras dez pessoas ficaram feridas.

Últimas