Internacional Sonda da Nasa pousa em Marte e manda primeira imagem

Sonda da Nasa pousa em Marte e manda primeira imagem

Em incursão inédita, a agência espacial americana - a Nasa - investigará o interior de Marte 

O módulo espacial InSight, a primeira missão da agência espacial americana Nasa para estudar o interior de Marte, pousou nesta segunda-feira, 26, com sucesso na superfície do planeta vermelho. A sala de controle do Laboratório de Propulsão da Nasa em Pasadena, na Califórnia, recebeu nesta segunda às 17h53 (horário de Brasília) o sinal de que a sonda InSight havia pousado em Marte.

Primeira imagem de Marte

Primeira imagem de Marte

NASA/JPL-CalTech

"Te sinto, Marte. E logo conhecerei seu coração. Com esta aterrissagem a salvo, estou aqui. Estou em casa", disse em seu perfil oficial no Twitter o módulo InSight, que tem transmitido sua viagem desde que deixou Terra em maio. Os cientistas e técnicos da Nasa na sala de controle em Pasadena reagiram com sorrisos, aplausos e abraços coletivos à esperada notícia de que InSight tinha concluído sua viagem espacial com sucesso.

Leia mais: O que a nova missão da Nasa deve revelar sobre Marte

Poucos minutos depois, às 17h58, a Nasa recebeu a primeira fotografia de Marte enviada pela sonda InSight. A imagem foi enviada por dois satélites que acompanharam a sonda durante sua travessia. "Minha primeira foto em #Marte", escreveu a Nasa na conta criada para a InSight no Twitter. "A capa da minha lente ainda não foi retirada, mas tinha de mostrar a vocês uma primeira vista do meu novo lar".

A InSight terminou nesta segunda-feira, com seu pouso em Marte, uma viagem de 485 milhões de quilômetros, que separam a Terra do planeta vermelho. A jornada havia começado no dia 5 de maio, quando decolou da Base Aérea Vandenberg na Califórnia.

O que a sonda vai investigar

Diferentemente de outras missões anteriores da Nasa centradas na superfície ou na atmosfera de Marte, a novidade da InSight é que seu principal propósito é estudar o interior do planeta para conhecer mais de perto sua composição e evolução. Para isso, conta, entre outros instrumentos, com um sismógrafo e uma sonda que medirão a atividade e a temperatura internas do planeta, respectivamente.

Neste ponto, será fundamental o trabalho de uma escavadora mecânica, incluída no módulo, que perfurará até cerca de cinco metros de profundidade a superfície marciana. O módulo pousou e se instalou nesta segunda em uma região plana de Marte conhecida como Elysium Planitia, onde realizará sua atividade investigativa.

Cientistas comemoram a missão cumprida

Cientistas comemoram a missão cumprida

NASA/Bill Ingalls

Os 'sete minutos de terror'

Para "aterrissar" com sucesso, InSight teve de superar os tais "sete minutos de terror", como foi batizada pela Nasa a delicada e breve fase de sua missão na qual o módulo atravessou a atmosfera marciana a quase 20 mil quilômetros por hora até reduzir sua velocidade para cerca de oito quilômetros por hora pouco antes de pousar.

A previsão é que a sonda InSight permaneça em operação em Marte durante cerca de dois anos.

Outros lançamentos

Esta é primeira vez desde 2012 que um artefato pousa sobre Marte depois do veículo Curiosity da Nasa, o único atualmente ativo na superfície do planeta vermelho. Só os Estados Unidos conseguiram colocar artefatos no planeta. Mais da metade das 43 tentativas de levar a Marte robôs, satélites e outros - executadas por agências espaciais de todo o mundo - falharam.