Internacional Suécia prende neonazista suspeito de planejar morte de jornalistas

Suécia prende neonazista suspeito de planejar morte de jornalistas

Uma pistola caseira e munição também estavam em posse de suspeito. Computador guardava informações e fotos da casa de repórteres

Membro de NMR foi preso por polícia sueca

Membro de NMR foi preso por polícia sueca

Carl Ridderstråle/30.09.2017/Wikicommons

Um membro do grupo neonazista da Suécia NMR (Movimento Nórdico da Resistência, na sigla em inglês) foi preso neste sábado (11) depois que polícia descobriu que ele pretendia matar dois jornalistas. As informações são do jornal sueco The Local.

A polícia encontrou documentos no computador do suspeito com informações sobre os dois jornalistas da Mittmedia — um dos maiores grupos suecos de notícias. As pastas ainda continham fotos da casa dos repórteres.

Uma pistola caseira e munição também estavam em posse do neonazista, assim como silenciadores e um dispositivo projetado para disparar uma arma escondida dentro de uma bolsa.

O serviço de segurança do governo da Suécia investiga o caso, já que anteriormente haviam sido apreendidas incontáveis armas caseiras nas residências de membros do NMR.

O detido afirmou desconhecer os documentos com informações sobre os jornalistas e negou qualquer intenção de agredir os repórteres. Ele deve ser julgado no dia 23 de agosto no Condado da Norlândia Ocidental, ao leste da Suécia.

Últimas