Internacional Taiwan: homem sequestrado não pagará multa por violar quarentena

Taiwan: homem sequestrado não pagará multa por violar quarentena

Homem foi levado da casa do amigo, onde cumpria o isolamento, por criminosos que cobravam uma dívida do outro rapaz

  • Internacional | Do R7

Homem tem multa perdoada pelas autoridades após sequestro

Homem tem multa perdoada pelas autoridades após sequestro

iStock

Autoridades de Taiwan decidiram perdoar a multa por violação de quarentena de um homem depois de descobrir que ele havia sido sequestrado.

O homem, identificado como Chen, chegou de Hong Kong no final de outubro e foi cumprir a quarentena obrigatória na casa de um amigo, segundo nota do ministério de Justiça do país.

No dia 1 de novembro, a casa em que Chen estava foi invadida e ele foi levado por homens que o confundiram com o amigo, que estava devendo dinheiro a alguém que contratou os sequestradores. Os homens obrigaram Chen a pagar a dívida e o libertaram ferido.

As autoridades de saúde locais haviam multado Chen em 3,5 mil dólares, cerca de R$ 18 mil reais, por violar o isolamento obrigatório, mas o caso seguiu para o ministério de Justiça, que investigou as alegações de Chen.

Os sequestradores de Chen estão sendo investigados.

Pandemia em Taiwan

Taiwan foi um dos poucos países que conseguiu controlar a pandemia do novo coronavírus, e uma das formas que o governo encontrou para frear a transmissão do vírus foi através de isolamentos obrigatórios e multas altas caso ele fosse violado.

Além disso, o país também investiu em testes em massa e controle das fronteiras.

Em um ano de pandemia, o país registrou 918 casos de covid-19 e 8 mortes relacionadas à doença.

Últimas