Internacional Talibã ocupa sede da Comissão de Direitos Humanos do Afeganistão

Talibã ocupa sede da Comissão de Direitos Humanos do Afeganistão

Radicais estariam impedindo retomada dos trabalhos do grupo independente que luta por direitos humanos

Grupo radical tomou o poder no Afeganistão em 15 de agosto

Grupo radical tomou o poder no Afeganistão em 15 de agosto

Karim SAHIB / AFP

A Comissão Independente de Direitos Humanos do Afeganistão (AIHRC, na sigla em inglês) denunciou neste sábado (18) que os talibãs ocuparam seus escritórios e estão impedindo a retomada normal dos trabalhos deste organismo, que é fundamental no atual contexto afegão.

"O Talibã não apenas ocupou todos os escritórios e edifícios da AIHRC, mas continua usando esses escritórios para suas reuniões, ao mesmo tempo que faz uso de seus bens, como carros e computadores", disse a agência em um comunicado.

A AIHRC pediu aos islâmicos que "respeitem a independência" da instituição e, embora eles tenham esclarecido que, por enquanto, o Talibã não "dissolveu" o órgão, eles não puderam retomar seu trabalho desde a queda do antigo governo afegão em 15 de agosto.

Considerando a indiferença dos radicais islâmicos em relação aos direitos humanos no passado, incluindo ataques a ativistas, o órgão "tem pouca confiança de que um governo talibã respeitará o mandato e a independência do AIHRC", diz o comunicado.

No mês passado, vários funcionários da comissão fugiram do país, enquanto aqueles que permanecem no Afeganistão estão "preocupados com sua segurança", alertou à Agência Efe um representante da AIHRC, solicitando anonimato.

7 pontos importantes para entender o grupo extremista Talibã

Últimas