Internacional Tartarugas-gigantes de Galápagos nascem pela primeira vez em um zoológico britânico

Tartarugas-gigantes de Galápagos nascem pela primeira vez em um zoológico britânico

Filhotes recém-nascidos são um marco importante para a espécie, que está ameaçada de extinção

  • Internacional | Maria Cunha*, do R7

Tartaruga-gigante de Galápagos e filhote

Tartaruga-gigante de Galápagos e filhote

Reprodução: Instagram/@crocodilesoftheworlduk

Duas tartarugas-gigantes de Galápagos nasceram no zoológico Crocodiles of the World, localizado em Brize Norton, em Oxfordshire, na Inglaterra. Esta é a primeira vez que filhotes dessa espécie nascem em um zoológico britânico.

Segundo o jornal The Mirror, os filhotes são de Dirk, uma tartaruga de 70 anos que está em sua “condição física máxima”, apesar da idade, e de Charlie. Os dois se acasalaram em novembro do ano passado.

O nascimento das tartaruguinhas foi comemorado nas redes sociais. “Todos esperávamos por este dia desde que as tartarugas-gigantes se juntaram a nós, em 2018, e esta é uma conquista significativa para ajudar na conservação da espécie”, disse o fundador do zoológico, Shaun Fogget.

As tartarugas-gigantes de Galápagos estão na lista vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza por serem animais ameaçados de extinção. Atualmente, existem cerca de 15.000 exemplares no mundo, em comparação com 200 mil no século 19.

A redução do número de exemplares da espécie ocorreu por causa da exploração ao longo da história e da introdução de espécies exóticas em seu hábitat que se alimentavam dos ovos das tartarugas.

Tartaruga recém-nascida no zoológico Crocodiles of the World

Tartaruga recém-nascida no zoológico Crocodiles of the World

Reprodução: Instagram/@crocodilesoftheworlduk

Apesar de os filhotes pesarem menos de 100 g cada um e terem aproximadamente o tamanho de uma bola de tênis, poderão atingir 190 kg. Já em relação ao tempo de vida, os filhotes têm a perspectiva de alcançar mais de 100 anos.

Os cuidadores do zoológico estão monitorando de perto os filhotes, que são alimentados com grama seca, ervas e folhas verdes. Além dos recém-nascidos e de seus pais, o Crocodiles of the World abriga outras duas tartarugas-gigantes, Zuzu e Isabella, que foram levadas para lá em 2018.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Pablo Marques

Últimas