Internacional Terremoto atinge costa do Peru neste domingo e deixa um morto

Terremoto atinge costa do Peru neste domingo e deixa um morto

Segundo autoridades, não há alertas de tsunamis na região

Terremoto atinge costa do Peru neste domingo e deixa um morto

Governo entrega 100 tendas para pessoas feridas

Governo entrega 100 tendas para pessoas feridas

Reprodução Yamila Osorio Twitter

Um forte terremoto atingiu a costa sul do Peru na manhã deste domingo (14), deixando um morto e dezenas de feridos, além de causar o colapso de casas e estradas.

O terremoto de magnitude 7.1 ocorreu às 4:18 (horário local) a profundidade de cerca de 36 quilômetros, informou o USGS (Serviço Geológico dos EUA). O epicentro estava no Oceano Pacífico a 40 quilômetros da cidade de Acari.

A governadora de Arequipa, Yamila Osorio, afirmou no Twitter que um homem de 55 anos morreu na cidade de Yauca após ser atingido por uma pedra.

Jorge Chavez, chefe do Indeci (Instituto de Defesa Civil do Peru), disse à rádio local RPPA que uma segunda morte foi registrada na cidade de Bella Union. A governadora, no entanto, não confirma essa informação. 

Outras 65 pessoas ficaram feridas, informou o Indeci no Twitter.

No Twitter, o presidente peruano, Pedro Pablo Kuczynski, afirmou que viajaria a Acari e Chala "para verificar a magnitude dos danos e enviar ajuda humanitária correspondente".

O ministro da Saúde, Abel Salinas Rivas, disse à RPP que trabalhadores de resgate falaram com representantes da mina informal Estrella e confirmaram que ninguém estava desaparecido.

Diversas cidades estão sem eletricidade, e muitas estradas e casas foram destruídas, disse Yamila. Muitas casas de Lomas foram evacuados após sentirem um tremor secundário, disse ela.

Segundo a marinha peruana, não foi registrado tsunami na costa peruana após o tremor. 

Terremotos são comuns no Peru, mas muitas casas são construídas com materiais precários, que podem não resistir aos tremores.

Em 2007, um terremoto matou centenas na região de Ica.

O Peru é o segundo maior produtor de cobre do mundo, mas muitas das minas no sul se encontram distantes da região costeira atingida pelo terremoto.

Um representante da Southern Copper afirmou que não havia relatos de danos nas minas Cuajone e Toquepala, nas áreas de Moguegua e Tacna.

Jesus Revilla, líder sindical da mina de cobre Cerro Verde em Arequipa, disse que as operações não haviam sido afetadas.

O terremoto também foi sentido ao norte do Chile, vizinho do Peru. Autoridades da Emergência Nacional do Chile disseram não haver relatos de feridos, danos à infraestrutura ou interrupção nos serviços básicos. A marinha chilena afirmou que o terremoto não chegou às condições que produziriam um tsunami em sua costa.

Assista ao vídeo gravado no momento do terremoto: 

    Access log