Internacional Tiroteio deixa ao menos seis mortos em Highland Park, nos EUA; atirador ainda não foi encontrado

Tiroteio deixa ao menos seis mortos em Highland Park, nos EUA; atirador ainda não foi encontrado

Várias pessoas ficaram feridas e foram hospitalizadas após disparos em desfile no feriado do 4 de Julho; não há indícios de reféns

  • Internacional | Do R7, com informações da Reuters e da AFP

Resumindo a Notícia

  • Pelo menos 31 pessoas ficaram feridas após disparos de arma de fogo no desfile
  • Atirador é um homem branco, com idade entre 18 e 20 anos, de cabelos pretos
  • Autoridades disseram que o tiroteio ocorreu de forma "completamente aleatória"
  • Fontes disseram que a pessoa poderia estar atirando de cima de um prédio alto
Tiroteio em Highland Park encerrou evento em comemoração ao 4 de Julho

Tiroteio em Highland Park encerrou evento em comemoração ao 4 de Julho

REUTERS

Seis pessoas morreram e pelo menos 31 ficaram feridas após disparos de arma de fogo na rota do desfile do 4 de Julho no rico subúrbio de Highland Park, cidade no norte de Chicago, nesta segunda-feira (4), disseram autoridades, enquanto espectadores em pânico fugiam do local.

"Vários agentes da lei estão respondendo [ao ataque] e garantiram um perímetro ao redor do centro de Highland Park", disse um comunicado emitido no site da cidade.

A polícia informou que não há indícios de quem é o atirador e que não sabe se há reféns. Apesar disso, trata-se de um homem branco, entre 18 e 20 anos, de cabelo preto, considerado "armado e perigoso".

As autoridades ainda disseram que o tiroteio ocorreu de forma "completamente aleatória", por volta das 10h14, no horário local. O suspeito utilizava um rifle. 

No Twitter, o departamento do xerife pediu à população que fique fora da área e permita que a polícia e os socorristas façam o trabalho deles.

A Polícia de Highland Park também pediu "a todas as pessoas que se abriguem onde estão agora".

Um repórter do Chicago Sun-Times viu cobertores sobre três corpos ensanguentados e outras cinco pessoas feridas perto do estande do desfile, que comemora a data que marca a independência dos Estados Unidos. 

As autoridades ainda confirmam que 24 pessoas foram transportadas para o Hospital Highland Park.

Várias pessoas disseram que ouviram diversos disparos de arma. O morador local Miles Zaremski afirmou ao Chicago Sun-Times: "Ouvi de 20 a 25 tiros, que estavam em rápida sucessão. Portanto, não poderia ter sido apenas uma pistola ou uma espingarda".

Falando à estação de televisão local WGN, uma testemunha chamada Michael disse ter visto um único atirador armado com um fuzil "agachado e avançando de forma metódica, quase militar. Imediatamente à nossa esquerda, ele começou a atirar novamente, e uma mulher caiu".

Fontes disseram que a pessoa poderia estar atirando de cima de um prédio alto.

As pessoas fugiram do local ao ouvir vários estrondos altos, informou a televisão CBS 2 de Chicago, citando um produtor que estava no desfile.

"Todo mundo estava correndo, se escondendo e gritando", disse a produtora digital da CBS 2, Elyssa Kaufman, segundo o site do canal.

Enquanto fugiam da rota do desfile, perto da avenida Central e da Second Street, os participantes deixaram para trás cadeiras, carrinhos de bebê e cobertores enquanto procuravam abrigo, sem saber exatamente o que aconteceu. 

Brad Schneider, representante por Illinois na Câmara baixa do Congresso, estava lá quando os tiros começaram.

"Minha equipe de campanha e eu acabávamos de nos reunir para o início do desfile quando começou o tiroteio", tuitou Schneider.

Mais tarde, na mesma rede social, ele observou: "Ouvi falar da perda de vidas e outros ferimentos. Minhas condolências às famílias e entes queridos; minhas orações pelos feridos e pela minha comunidade".

A prefeita de Highland Park, Nancy Rotering, condenou a violência.

"Em um dia em que nos reunimos para celebrar a comunidade e a liberdade, estamos de luto pela trágica perda de vidas e lutando contra o terror que isso nos trouxe", disse ela.

As celebrações do 4 de Julho foram suspensas tanto em Highland Park, onde aconteceu o ataque, como em várias cidades da região.

A Polícia Estadual de Illinois esteve no local e chamou o incidente de "situação de tiro ativo". 

Várias agências policiais, incluindo o FBI (Federal Bureau of Investigation), a polícia estadual e a polícia local, estão colaborando na resposta ao ataque.

Últimas