Estados Unidos

Internacional Trump diz ter sido informado que é alvo de investigação sobre invasão do Capitólio em 6 de janeiro

Trump diz ter sido informado que é alvo de investigação sobre invasão do Capitólio em 6 de janeiro

Ex-presidente afirma que recebeu um prazo de quatro dias para comparecer diante de um júri

AFP
Ex-presidente dos EUA Donald Trump

Ex-presidente dos EUA Donald Trump

GIORGIO VIERA / AFP - 15/07/2023

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta terça-feira (18) que recebeu uma carta da Promotoria sugerindo que ele provavelmente será indiciado criminalmente pelos distúrbios durante o ataque ao Capitólio em 6 de janeiro de 2021.

"O transtornado Jack Smith, promotor do Departamento de Justiça do (presidente dos Estados Unidos) Joe Biden, enviou uma carta (...) declarando que sou um ALVO da investigação do Grande Júri sobre 6 de janeiro", afirmou Trump em sua plataforma Truth Social.

Naquele dia, apoiadores de Trump invadiram o Capitólio para tentar impedir que a vitória eleitoral do democrata Joe Biden fosse certificada.

O ex-presidente, favorito entre os republicanos para a indicação de um candidato para a eleição presidencial de 2024, disse que recebeu "um prazo muito curto de quatro dias" para comparecer diante de um grande júri, "o que quase sempre significa Prisão e Indiciamento".

"Esta caça às bruxas tem tudo a ver com interferência eleitoral e um uso completo e total da aplicação da lei como arma política", disse Trump.

O mesmo promotor o acusou por sua gestão de documentos confidenciais do governo depois que deixou a Casa Branca.

Veja onde estavam os documentos confidenciais na casa de Trump

Últimas