Internacional Turista britânico que teria consumido droga “canibal” é detido em Maiorca após tentar morder banhistas

Turista britânico que teria consumido droga “canibal” é detido em Maiorca após tentar morder banhistas

Novo LSD pode ser causa de série de ataques violentos em arquipélago turístico espanhol

Turista britânico que teria consumido droga “canibal” é detido em Maiorca após tentar morder banhistas

O turista precisou ser detido por 10 policiais

O turista precisou ser detido por 10 policiais

Reprodução/Daily Mail

Um turista britânico precisou ser detido por dez policiais após tentar morder todos os banhistas que estavam em seu caminho na praia Magaluf, em Maiorca, nas ilhas Baleares.

De acordo com o site britânico Daily Mail, o homem de 28 anos poderia estar sob o efeito da droga “canibal”, um novo tipo de LSD de provoca uma agressividade fora de controle em seus usuários.

O britânico foi preso e mais tarde admitiu que havia consumido “uma grande quantidade de drogas”.

Enquanto estava sendo detido, o homem gritava para os policiais de forma animalesca e precisou ser amarrado, pois não parava de tentar morder todos os que estavam a seu lado. Ele foi levado para o hospital amarrado em uma maca.

Droga relacionada ao ataque canibal contra mendigo de Miami pode estar sendo vendida em Ibiza

Eles comem carne humana: conheça canibais que horrorizaram o mundo

O novo alucinógeno, vendido na internet sob o nome de “sais de banho”, contém um forte estimulante chamado MDPV que leva a agressividade de seu usuário ao extremo.

Ele ficou conhecido após supostamente ter sido a causa de um ataque canibal em Miami em junho de 2012, no qual Rudy Eugene, de 31 anos, comeu três quartos do rosto de Ronald Poppo, de 65 anos.

No ataque de dois anos atrás, o canibal vagou pelado e drogado pelas ruas da cidade até encontrar Poppo dormindo, arrancar suas roupas e começar a comer seu rosto.

Autoridades espanholas temem que a droga tenha atravessado o Atlântico e esteja sendo vendida nas ilhas Baleares neste verão, onde, além de Maiorca, também se encontra Ibiza, ilha famosa por suas festas e casas noturnas.

Quatro pessoas já foram hospitalizadas em Ibiza nos últimos dias devido a surtos de agressividade, que estariam relacionados ao uso do novo LSD.

Detetives acreditam que comerciantes do resort de Sant Antoni estariam traficando a nova droga e testando os seus efeitos em jovens turistas que frequentam as famosas casas noturnas.

Policiais das ilhas espanholas começaram uma operação de exterminação da droga após surtos de extrema violência entre supostos usuários da substância. De acordo com o jornal local Diário de Ibiza, os hospitais da região já se depararam com uma série de turistas britânicos que estariam “agindo como zumbis”.

No início de junho, um paciente estava tão agressivo que precisou ser algemado. Segundo Matilde Fernández, que trabalha no hospital, os policiais tentavam imobilizá-lo sobre a maca, mas ele conseguiu se soltar, se lançou sobre uma enfermeira e foi jogado no chão pela polícia, quando mordeu a mão de um dos oficiais. Foi preciso pedir reforços por rádio e só com oito policiais é que foi possível conter o turista alterado.

Na mesma madrugada, outros dois homens chegaram ao centro de saúde em estado parecido, provavelmente após o uso combinado de álcool e o novo LSD.

No início do verão, autoridades de saúde da ilha espanhola alertaram que turistas britânicos poderiam ser usados como cobaias em testes para novas drogas perigosas.

Os traficantes estariam brincando com as vidas dos jovens baladeiros testando drogas sintéticas neles — antes de começarem a vendê-las por toda a Europa.

O que acontece no mundo passa por aqui

Seja bombardead@ de boas notícias. R7 Torpedos