Rússia x Ucrânia

Internacional Ucrânia adverte que Chernobyl está sem energia devido à ofensiva russa

Ucrânia adverte que Chernobyl está sem energia devido à ofensiva russa

Ministro diz que geradores da usina têm reserva para 48 horas; agência da ONU afirma que situação não impacta segurança

AFP
Estrutura cobre o reator número 4 danificado da Usina Nuclear de Chernobyl

Estrutura cobre o reator número 4 danificado da Usina Nuclear de Chernobyl

Gleb Garanich/Reuters - 22.11.2018

O fornecimento de energia à usina de Chernobyl e seus equipamentos de segurança está "totalmente" cortado devido às ações militares russas — informou a operadora ucraniana Ukrenergo nesta quarta-feira (9).

Origem da pior catástrofe nuclear civil em 1986, a central nuclear de Chernobyl "não tem mais fornecimento de energia elétrica", afirma a operadora em sua página do Facebook. "Não há possibilidade de restabelecer as linhas", já que a ofensiva segue em curso, disse a operadora.

Situada em uma zona de exclusão, a central de Chernobyl inclui reatores desativados e instalações de resíduos radioativos.

No entanto, a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA),  da ONU, afirmou que a desconexão elétrica na central "não tem grande impacto sobre a segurança".

Segundo o ministro ucraniano das Relações Exteriores, Dmytro Kuleba, a usina possui "geradores de emergência com capacidade de 48 horas". Ele advertiu em uma publicação no Twitter que "depois disso os sistemas de refrigeração de combustível depositado vão parar".

De acordo com a AIEA, porém, "a carga térmica da piscina do depósito de combustível usado e o volume de água de resfriamento são suficientes para garantir uma evacuação eficaz do calor sem eletricidade".

Mais de 200 técnicos e guardas estão bloqueados no local e trabalham há 13 dias seguidos sob vigilância russa. A AIEA pediu à Rússia que permita a rotação de pessoal, porque o descanso e os horários regulares de trabalho são cruciais para a segurança dessa unidade.

Últimas