Rússia x Ucrânia

Internacional Ucrânia diz que Rússia bombardeia pontes e ferrovias para atrapalhar entrega de armas

Ucrânia diz que Rússia bombardeia pontes e ferrovias para atrapalhar entrega de armas

Autoridades alegam que russos realizam ataques na infraestrutura do país, parcialmente destruída desde o início da invasão

AFP
Ponte destruída em Irpin é um dos símbolos dos ataques russos à região de Kiev

Ponte destruída em Irpin é um dos símbolos dos ataques russos à região de Kiev

Aris Messinis/AFP - 4.3.2022

Um assessor do Ministério do Interior ucraniano afirmou nesta terça-feira (26) que as Forças Armadas russas bombardeiam pontes e ferrovias na Ucrânia para reduzir o fornecimento de armas ocidentais.

Uma ponte que faz parte de uma rota transfronteiriça com a Romênia, sobre o rio Dniestre, foi atingida nesta terça por mísseis russos, segundo o diretor da empresa ferroviária ucraniana, Oleksandre Kamychin.

"O inimigo causou danos importantes à infraestrutura da ponte, e a restauração levará um tempo considerável", afirmou o Ministério de Transportes no Telegram.

O bombardeio, sobre uma rota que do lado ucraniano nasce na cidade portuária de Odessa, não deixou vítimas, de acordo com as autoridades.

"A Rússia destrói as infraestruturas de transportes ucranianos, como pontes e ferrovias, para diminuir o fornecimento de armas por nossos aliados", tuitou Anton Gerashchenko, conselheiro do Ministério do Interior.

Ao menos cinco pessoas morreram na segunda-feira (25) em bombardeios russos contra instalações ferroviárias na região de Vinnytsia, no centro-oeste da Ucrânia, um importante centro ferroviário tanto para linhas internas quanto para conexões internacionais.

Várias estações de trem foram atacadas desde o início da invasão russa, em 24 de fevereiro, como a de Kramatorsk, no início de abril, com saldo de mais de 50 mortos.

Últimas