Internacional Ucrânia e Rússia realizam segunda troca de corpos de soldados

Ucrânia e Rússia realizam segunda troca de corpos de soldados

Entre os 50 militares ucranianos que serão devolvidos às famílias, 37 estavam na usina de Azovstal, em Mariupol

AFP
Além da troca de corpos, já houve a troca de prisioneiros de guerra entre Kiev e Moscou

Além da troca de corpos, já houve a troca de prisioneiros de guerra entre Kiev e Moscou

Alexander Ermochenko/Reuters - 22.05.2022

A Ucrânia anunciou nesta quarta-feira (8) uma nova troca de corpos de soldados russos e ucranianos, incluindo os de alguns defensores da siderúrgica de Azovstal, em Mariupol.

"Houve uma nova troca de corpos de militares. Nos entregaram 50 heróis mortos", anunciou o ministério ucraniano da Reintegração. "Entre eles, 37 são de Azovstal", acrescentou.

A troca ocorreu na linha de frente na região de Zaporizhzhia, no sul da Ucrânia, "sob a regra 50 por 50", disse o ministério, que anunciou na semana passada a primeira troca de 160 corpos de soldados ucranianos por 160 russos.

A Associação de Familiares de Defensores de Azovstal anunciou nesta terça-feira (7) que os corpos de seus familiares chegaram a Kiev.

"Entre os corpos, um terço é dos defensores de Azovstal", disse a associação no Telegram, acrescentando que os familiares aguardavam o agendamento de um processo de identificação.

Os últimos defensores ucranianos de Mariupol, entrincheirados na enorme fábrica siderúrgica de Azovstal, se renderam às forças russas entre 16 e 20 de maio, após três meses de intensos combates.

Cerca de 2.500 combatentes ucranianos estão atualmente detidos pelos russos, que pretendem julgá-los como criminosos de guerra.

Últimas