Internacional Ucrânia quer mediação de Israel no conflito com a Rússia

Ucrânia quer mediação de Israel no conflito com a Rússia

Segundo imprensa israelense, Volodymyr Zelensky telefonou para o primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett, para fazer o pedido 

  • Internacional | Do R7

Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky

Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky

Bertrand Guay/AFP - 16.4.2021

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, pediu ao primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett, que o país sirva como mediador entre a Rússia e a Ucrânia.

O pedido foi feito durante um telefonema na noite passada entre os dois líderes.  Israel mantém relações razoavelmente boas com o Kremlin e com a Ucrânia.

De acordo com a imprensa israelense, Zelensnky teria pedido a Bennett que as negociações ocorram em Jerusalém e que Bennett poderia ajudar a negociar um cessar-fogo. “Achamos que Israel é o país que poderia realizar tais negociações no meio da guerra.” 

 Ainda não se sabe qual será a resposta de Bennett e o gabinete do primeiro-ministro israelense não quis comentar.

Russos tentarão tomar Kiev esta noite

Zelensky, afirmou na noite desta sexta-feira (25) que o exército invasor russo prepara uma ofensiva final para tomar Kiev, a capital, durante a madrugada deste sábado (26).

"Não podemos perder a capital. Falo com nossos defensores, homens e mulheres em todas as frentes: hoje à noite, o inimigo vai usar todas as suas forças para romper nossas defesas da maneira mais vil, dura e desumana. vão tentar um ataque", declarou Zelensky em um vídeo postado no site da presidência ucraniana.

"Hoje foi um dia difícil, mas com coragem. Lutamos pelo nosso Estado em todas as frentes, no sul, leste, norte e em muitas cidades do nosso belo país", acrescentou.

O líder ucraniano informou que conversou durante o dia com vários líderes ocidentais, incluindo Joe Biden, Emmanuel Macron e Olaf Scholz.

"Expliquei a eles a resposta que os ucranianos ainda esperam diante dessa agressão. Aceitei mais ajuda e apoio. Uma ajuda significativa para nosso Estado", resumiu.

"Nosso principal objetivo é acabar com esse massacre. As perdas do inimigo foram muito importantes", assegurou.

Assista ao vídeo com o discurso de Zelensky:

Últimas