Internacional Último sobrevivente francês do Dia D participa da celebração de aniversário do marco

Último sobrevivente francês do Dia D participa da celebração de aniversário do marco

Leon Gautier, de 100 anos, estava na invasão da Normandia, região sob o domínio das tropas de Hitler, em 1944

Reuters
Leon Gautier, de 100 anos, durante a cerimônia de celebração da invasão da Normandia

Leon Gautier, de 100 anos, durante a cerimônia de celebração da invasão da Normandia

Ludovic Marin/Reuters - 06/06/2023

Leon Gautier, o último sobrevivente dos comandos franceses que invadiram as praias da Normandia defendidas pelas tropas de Hitler em 1944, juntou-se na terça-feira (6) ao presidente Emmanuel Macron em uma cerimônia à beira-mar para marcar o 79º aniversário dos desembarques do Dia D.

Gautier, de 100 anos, presenteou um estudante fuzileiro naval com sua boina verde em um desfile em Colleville-Montgomery, perto de onde Gautier desembarcou na Praia de Sword sob fogo inimigo.

Gautier foi um dos 177 boinas verdes franceses sob o comando do capitão Philippe Kieffer que participaram do desembarque na Normandia. Mais de 150.000 soldados aliados invadiram a França para expulsar as forças da Alemanha nazista.

Na cerimônia, o jovem fuzileiro se ajoelhou para permitir que Gautier, sentado em uma cadeira de rodas ao lado de Macron, endireitasse sua boina.

Em 2019, Gautier contou, por ocasião do 75º aniversário do Dia D, como as tropas francesas foram as primeiras a invadir a Praia de Sword.

"Entramos apenas alguns segundos à frente. Foi um gesto simbólico", disse Gautier, lembrando que o coronel britânico Robert Dawson afirmou aos boinas verdes franceses: "a hora é de vocês".

"No final do dia eu não tinha muitas balas sobrando."

Ucrânia inicia a retirada de 17 mil pessoas de áreas afetadas por inundação após destruição represa

Últimas