Internacional Um dos maiores golpistas de criptomoedas é preso na Espanha

Um dos maiores golpistas de criptomoedas é preso na Espanha

Homem responde a sete acusações de fraude e lavagem de dinheiro e tinha um patrimônio superior a 2,5 milhões de euros 

Agência EFE
Polícia da Espanha prendeu um dos maiores golpistas da Europa

Polícia da Espanha prendeu um dos maiores golpistas da Europa

Pixabay

A Guarda Civil espanhola prendeu na cidade de Valência um dos maiores golpistas de falsos investimentos em criptomoedas da Europa, um homem de 45 anos e nacionalidade portuguesa com patrimônio superior a 2,5 milhões de euros que foi bloqueado.

O detido responde a sete acusações de fraude e lavagem de dinheiro por criar uma suposta plataforma de investimento em criptomoedas em um site divulgado através de vários fóruns, programas de rádio, eventos esportivos e até mesmo beneficentes.

O objetivo era chamar a atenção e captar o investimento de diversas pessoas na E

spanha e em Portugal, informou neste domingo a Guarda Civil, que começou a investigar o detido em agosto com a colaboração da segurança privada.

A plataforma oferecia um rendimento mínimo de 2,5% por semana aos investidores, que poderiam ganhar funções no esquema e atrair outras pessoas ao esquema, conhecido como "pirâmide financeira".

A investigação identificou diversos prejudicados na Espanha e descobriu que o detido, que levava uma vida de luxo, conseguiu aplicar golpes em Luxemburgo, Suíça e Portugal.

No dia 2 de dezembro foram inspecionados o domicílio do homem, a sede social da empresa e um escritório onde parte dos bens era escondida.

Várias contas bancárias e sites de acesso à plataforma foram bloqueadas por autoridades, que também apreenderam cerca de vinte carros do detido.

Últimas