Rússia x Ucrânia

Internacional União Europeia proibirá exportação de bens de luxo para Rússia

União Europeia proibirá exportação de bens de luxo para Rússia

Bloco entende que medida atingirá diretamente elite russa, ampla apoiadora do presidente Vladimir Putin

AFP
Charles Michel (à esq.), Emmanuel Macron (centro) e Ursula von der Leyen (à dir.) em encontro

Charles Michel (à esq.), Emmanuel Macron (centro) e Ursula von der Leyen (à dir.) em encontro

Ludovic Marin/AFP - 11.3.2022

A União Europeia vai proibir a exportação de bens de luxo para a Rússia, para estabelecer um "golpe direto às elites russas" pela invasão da Ucrânia, anunciou nesta sexta-feira (11) a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

"Vamos proibir a exportação de qualquer tipo de bens de luxo de nossos países para a Rússia, como um golpe direto para as elites russas", disse a chefe do Executivo da UE.

"Aqueles que apoiam a máquina de guerra de Putin não devem mais poder desfrutar de seu estilo de vida luxuoso enquanto bombas estão caindo sobre pessoas inocentes na Ucrânia", continuou Von der Leyen.

O presidente russo Vladimir Putin ordenou a entrada de tropas russas na Ucrânia em 24 de fevereiro, provocando sanções ocidentais sem precedentes contra a Rússia e um êxodo de empresas estrangeiras, incluindo marcas de luxo.

A resposta coordenada dos Estados Unidos e da União Europeia à incursão de Moscou na Ucrânia fez da Rússia o país mais fortemente sancionado do mundo, causando a queda livre do rublo, acelerando a espiral ascendente da inflação e aumentando os temores de inadimplência da dívida.

No entanto, Putin disse que a Rússia sairá da crise mais forte.

"Tenho certeza de que superaremos essas dificuldades, seremos mais competentes e teremos mais oportunidades de nos sentirmos independentes e autossuficientes", disse Putin ao seu homólogo bielorrusso Alexander Lukashenko, durante uma reunião nesta sexta-feira.

Últimas