Internacional Vulcão volta a entrar em erupção na Islândia e espalha lava escaldante no chão congelado

Vulcão volta a entrar em erupção na Islândia e espalha lava escaldante no chão congelado

A mais recente fissura eruptiva tinha 3 km de comprimento, segundo autoridades locais

Um vulcão no sudoeste da Islândia entrou em erupção nesta quinta-feira (8), pela terceira vez desde dezembro, lançando lava a até 80 m de altura e ameaçando afetar a vida na península de Reykjanes.

Os surtos vulcânicos na península de Reykjanes são as chamadas erupções de fissuras, que normalmente não causam grandes explosões ou dispersão significativa de cinzas na estratosfera. No entanto, os cientistas temem que elas possam continuar por anos, e as autoridades islandesas começaram a construir diques para desviar os fluxos de lava em chamas das casas e da infraestrutura crítica.

A mais recente fissura eruptiva, o sexto surto desde 2021, tinha cerca de 3 km de comprimento, informou o escritório meteorológico da Islândia. A intensa atividade de terremotos começou por volta das 5h30 e a erupção propriamente dita começou 30 minutos depois, acrescentou.

Uma nuvem de fumaça subiu 3 km no ar, de acordo com o Met Office. Ainda assim, o aeroporto internacional de Reykjavik, a cerca de 20 km a noroeste da fissura, estava operando normalmente. A erupção anterior na área começou em 14 de janeiro e durou cerca de dois dias, com fluxos de lava atingindo os arredores da cidade pesqueira de Grindavik, cujos quase 4.000 habitantes foram retirados, incendiando algumas casas.

Últimas