Estados Unidos

Internacional Voo Miami-Londres retorna após passageira se negar a usar máscara

Voo Miami-Londres retorna após passageira se negar a usar máscara

Avião que transportava 129 passageiros e 14 tripulantes retornou à Flórida e a cliente foi escoltada pela polícia

AFP
Boeing 777 da American Airlines decola do aeroporto Charles de Gaulle, perto de Paris

Boeing 777 da American Airlines decola do aeroporto Charles de Gaulle, perto de Paris

Sarah Meyssonnier/Reuters - 02.12.2021

Um avião da American Airlines que voava de Miami para Londres deu meia-volta depois que uma passageira se recusou a usar a máscara de proteção contra o novo coronavírus, informou a companhia aérea em comunicado divulgado na última quinta-feira (20).

"O voo 38 da American Airlines retornou a Miami porque uma cliente se recusou a cumprir a exigência federal", explica o texto enviado à AFP.

O Boeing 777, que transportava 129 passageiros e 14 tripulantes, foi recebido em seu retorno à Flórida pela polícia de Miami. "Assim que o avião chegou ao portão de embarque, a passageira foi escoltada (pela polícia), sem incidentes", informaram autoridades à rede de TV CNN. Segundo a American Airlines, a cliente foi incluída na "lista interna de rejeição" da empresa.

O órgão regulador da aviação civil (FAA, sigla em inglês) decretou em janeiro de 2021 uma política de tolerância zero para passageiros que se recusassem a usar a máscara. Tripulantes relataram um número significativo de casos de violência verbal ou física por parte de viajantes que não concordam com essa medida.

Últimas