Internacional Zelenski acusa Rússia de usar bombas de fósforo branco na Ucrânia

Zelenski acusa Rússia de usar bombas de fósforo branco na Ucrânia

Armamento é muito venenoso e pode causar graves queimaduras de difícil tratamento

Reuters - Internacional
Força Aérea dos EUA lança bomba de fósforo no Vietnã do Sul em 1966

Força Aérea dos EUA lança bomba de fósforo no Vietnã do Sul em 1966

Domínio público

O presidente ucraniano Volodmir Zelenski disse nesta quarta-feira (13), em discurso ao Parlamento da Estônia por teleconferência, que a Rússia está usando bombas de fósforo na Ucrânia, acusando Moscou de usar táticas terroristas contra civis. O líder não apresentou evidências da acusação.

A produção, o uso e o armazenamento de armas do tipo são proibidos pela Convenção de Armas Químicas de 1997.

As bombas de fósforo branco têm a capacidade de espalhar fogo por uma grande área e queimam até acabar com a presença de oxigênio. O fósforo branco é muito venenoso e pode causar graves queimaduras de difícil tratamento. A Rússia nega usar armas químicas, dizendo que destruiu seus últimos estoques químicos em 2017.

A invasão da Ucrânia efetuada por Moscou, o maior ataque a um Estado europeu desde 1945, fez mais de 4,6 milhões de pessoas fugirem para o exterior, matou ou feriu milhares e deixou a Rússia cada vez mais isolada no cenário mundial.

Os presidentes da Polônia, Lituânia, Letônia e Estônia estão a caminho de Kiev para se encontrar com Zelenski nesta quarta-feira, disse um assessor do líder polonês.

Os quatro se juntam a um número crescente de políticos europeus que visitaram a capital ucraniana desde que as forças russas foram expulsas do norte do país no início deste mês.

Últimas