Rússia x Ucrânia

Internacional Zelenski pede ao G7 que pressione para acabar com a guerra até o fim do ano

Zelenski pede ao G7 que pressione para acabar com a guerra até o fim do ano

Líderes dos países do G7 concordaram, no primeiro dia da reunião, em aumentar as sanções contra a Rússia

AFP
Zelenski (na tela) participa virtualmente da reunião do G7; à esquerda, Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido, e, à direita, Joe Biden, presidente dos Estados Unidos

Zelenski (na tela) participa virtualmente da reunião do G7; à esquerda, Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido, e, à direita, Joe Biden, presidente dos Estados Unidos

Kenny Holston/POOL/AFP - 27.06.2022

O presidente ucraniano Volodmir Zelenski fez um apelo nesta segunda-feira (27) aos líderes do G7, reunidos na Alemanha, para que façam o máximo possível para acabar até o fim do ano com a guerra que devasta seu país, afirmaram fontes que acompanham o encontro.

Zelenski, que discursou por videoconferência na reunião que ocorre no castelo Elmau, na Baviera, na Alemanha, "apresentou uma mensagem muito forte e disse que é necessário fazer o máximo para tentar acabar com esta guerra antes do fim do ano", destacaram as fontes. 

Ele também pediu aos governantes dos sete países mais ricos do mundo que intensificassem as sanções e mantivessem a pressão contra a Rússia. 

Zelenski citou o inverno rigoroso na Ucrânia, que dificulta os combates. "No final do ano, vamos entrar em uma situação na qual as posições ficarão congeladas", afirmou. 

Os líderes das sete principais economias do mundo — Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Reino Unido e Japão — concordaram no primeiro dia da reunião em aumentar as sanções contra a Rússia, informou uma fonte da Casa Branca. 

Também buscam um mecanismo para impor um teto aos preços do petróleo da Rússia. 

Últimas