JR na TV Assassinos de promotor paraguaio são condenados a 23 anos de prisão

Assassinos de promotor paraguaio são condenados a 23 anos de prisão

De acordo com a promotoria, um quinto suspeito se declarou inocente e outro continua foragido

Quatro pessoas, que confessaram o assassinato do promotor paraguaio Marcelo Pecci foram condenadas a 23 anos de prisão. Pecci foi morto a tiros durante a lua de mel no mês passado. De acordo com a promotoria, um quinto suspeito se declarou inocente e outro continua foragido. A quadrilha responsável teria pago um valor equivalente a mais de R$ 2,5 milhões pelo assassinato do promotor.

Últimas