JR na TV Conheça o trabalho das famílias acolhedoras, que recebem temporariamente crianças à espera de adoção

Conheça o trabalho das famílias acolhedoras, que recebem temporariamente crianças à espera de adoção

Acolhimento familiar passou a ser previsto em lei no Brasil nos anos 90, mas ainda é pouco comum

  • JR na TV

Atualmente no Brasil, 32 mil crianças e adolescentes estão esperando por adoção ou por um retorno seguro às famílias de origem. A grande maioria está nos chamados orfanatos, mas há outra opção. Nos anos 90, o acolhimento familiar passou a ser previsto em lei no Brasil. Por ele, famílias capacitadas e voluntárias recebem os menores de forma temporária - não é uma adoção. Hoje, só 4% desses menores estão sob os cuidados de acolhedores. Veja como funciona esse trabalho, ainda pouco conhecido por aqui.

Últimas