JR na TV Morte de Henry Kissinger, ex-secretário de Estado americano, repercute em todo o mundo

Morte de Henry Kissinger, ex-secretário de Estado americano, repercute em todo o mundo

Kissinger é apontado como articulador do apoio dos EUA a ditaduras na América do Sul entre as décadas de 60 e 70

A morte de Henry Kissinger, ex-secretário de estado dos Estados Unidos, repercutiu em todo o mundo. Kissinger morreu nesta terça-feira (28), aos 100 anos. O atual secretário de estado, Antony Blinken, afirmou que poucas pessoas fizeram mais do que Kissinger para moldar a história. O presidente de Israel, Isaac Herzog, afirmou que é um grande admirador de Kissinger. O presidente chinês, Xi Jinping, enviou mensagem ao presidente estadunidense Joe Biden e descreveu Kissinger como “um velho e bom amigo do povo chinês”. Para o presidente russo, Vladmir Putin, ele era “um estadista sábio e visionário”. Kissinger foi uma polêmica personalidade na política internacional, e é apontado como o grande responsável pelo fim da Guerra do Vietnã, mas também de autorizar o aumento dos bombardeios para atingir este fim. Além disso, ele é apontado como articulador do apoio dos EUA a ditaduras nos países sulamericanos entre as décadas de 60 e 70.

Últimas