JR na TV PF conclui que Google e Telegram cometeram crimes para impedir votação da PL das Fake News na Câmara

PF conclui que Google e Telegram cometeram crimes para impedir votação da PL das Fake News na Câmara

O texto responsabilizava as plataformas digitais pela propagação de conteúdos falsos

Um relatório da Polícia Federal enviado ao Supremo Tribunal Federal afirma que o Google e o Telegram cometeram crimes durante a tramitação do projeto de lei das fake news na Câmara dos Deputados. Segundo a investigação, houve abuso de poder econômico das empresas. As big techs teriam adotado estratégias questionáveis para que o projeto não fosse aprovado. O texto responsabilizava as plataformas digitais pela propagação de conteúdos falsos.

Últimas